Cannes 2016: Documentário brasileiro sobre Cinema Novo é premiado

Longa retrata o maior movimento cinematográfico brasileiro

21/05/2016 11h02

Por Daniel Reininger

Cinema Novo, documentário de Eryk Rocha, levou o troféu L'Oeil d'Or no 69º Festival de Cannes, premiação dada ao melhor documentário de todo o evento.

O longa retrata o maior movimento cinematográfico brasileiro, o Cinema Novo, de nomes como Glauber Rocha e Nelson Pereira dos Santos. A produção traz uma colagem de cenas de 130 clássicos brasileiros filmados entre 1955 e 1975, momentos que marcaram o audiovisual latino-americano, numa época assolada pela ditadura.

O juri, presidido pelo cineasta italiano Gianfranco Rosi, vencedor deste ano do Urso de Ouro em Berlim, comentou a decisão: "Cinema Novo é um filme-manifesto sobre a vigência de um movimento cinematográfico quase esquecido dos anos 1960". Já o diretor Eryk Rocha declarou: "Não quis fazer um filme historicista e sim uma busca por aquela energia criadora de uma geração que amava o cinema e amava o Brasil".

Os vencedores da Palma de Ouro, principal prêmio de Cannes, serão divulgados neste domingo. O longa brasileiro Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, e o curta A Moça Que Dançou Com o Diabo, de João Paulo Miranda Maria, são os representantes do Brasil. 

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus