Universo Marvel: Saiba o que muda após Capitão América

Entenda consequências do longa nos próximos filmes e séries de TV do estúdio

16/04/2014 16h10

Por Daniel Reininger

Capitão América: O Soldado Invernal finalmente chegou aos cinemas e mudou tudo no Universo Marvel. Os acontecimentos abrem muitas portas, afinal tudo que era dado como certo acabou. A Fase 2 começou a alterar as coisas já em Homem De Ferro 3, depois em Thor: O Mundo Sombrio, mas no filme mais recente as mudanças são extremamente profundas e devem colocar os heróis da Casa das Ideias em caminhos inesperados.

O texto a seguir contém muitos spoilers e especulações sobre o futuro. Você foi avisado.

Quem assistiu sabe: a S.H.I.E.L.D. já era. Pois é, a agência que criou Os Vingadores não sobreviveu aos eventos do novo filme do Capitão América: O Soldado Invernal e foi desmantelada. Nick Fury vai para o submundo procurar contatos na Europa, Maria Hill arruma emprego nas indústrias Stark, Steve RogerViúva Negra estão sozinhos e sabemos da existência de outros seres poderosos, entre eles Doutor Estranho, cujo nome foi citado no filme – praticamente confirmando o longa sobre o personagem. Ou seja, a casa caiu.

E como ficam os Vingadores?

O próprio presidente da Marvel, Kevin Feige, falou ao site Moviefone que Tony Stark deve assumir o comando do supergrupo. A intenção do estúdio era tirar a segurança de ter uma agência governamental gigantesca como apoio para os heróis. Na verdade, desde o filme de Joss Whedon a S.H.I.E.L.D. anda meio distante dos grandes eventos, tanto que em Homem de Ferro 3 e Thor 2 não se envolve muito.

S.H.I.E.L.D

S.H.I.E.L.D.

Mesmo na série de TV, que deve continuar com o grupo de forma independente, Coulson e seu time parecem distantes e chegam tarde demais aos grandes acontecimentos. O motivo para tudo isso está claro agora: H.I.D.R.A. (lembra deles do primeiro Capitão América?) causava problemas nos bastidores, afinal o cientista nazista Arnim Zola envenenava a S.H.I.E.L.D. desde a Segunda Guerra Mundial, quando foi recrutado.

Eventualmente, o personagem tem sua consciência transferida para um computador e a coisa complica de vez, afinal ele é capaz de criar um algoritmo para identificar potenciais ameaças ao sistema e matá-las antes que possam causar problemas. O chefão Alexander Pierce vende essa ideia como algo bom para o mundo. Mas, como Steve Rogers aponta - isso não é liberdade, é medo.

A queda

Por isso, o sistema todo teve de cair. Como consequência, novas tensões surgem para levar a Marvel na direção de eventos de grande porte dos quadrinhos, como a Guerra Civil. Essa possibilidade existe, já que a H.I.D.R.A. passou a criar seus próprios individuos com superpoderes com a ajuda do cetro de Loki. Em Capitão América, Pietro e Wanda, mais conhecidos como Mercúrio e Feiticeira Escarlate, são cobaias do grupo secreto. Seriam eles os primeiros ou apenas a última leva de superhumanos? Não fica claro.

De qualquer forma, a existência desses superhumanos deve colocar pressão sobre os Vingadores. Eventualmente, o grupo deve entrar em conflito com o governo. Principalmente se rumores estiverem corretos e Ultron for mesmo criação de Stark. Assim, o personagem de Robert Downey Jr. será mal visto no mundo e os Vingadores, bancados por Tony, estarão na mira de diversas agências governamentais, possivelmente auxiliadas por superhumanos, após Os Vingadores 2.

Tensão por todos os lados

O problema aumentaria especialmente porque Stark nunca confiou no governo e na S.H.I.E.L.D., por isso mesmo Maria Hill passa por um detector de mentiras antes de ser aceita na empresa no final de Capitão América 2. A maior presença da agente pode também ser a preparação do terreno para o arco Guerra Secreta dos quadrinhos, no qual Fury desaparece e Maria assume o comando da nova S.H.I.E.L.D. Porém, isso parece fazer mais sentido para a série de TV e teria impacto limitado nas telonas.

Thanos e as Joias do Infinito

Thanos

E Thanos, como fica nessa história? Até então, tudo apontava para a Fase 3 desenvolvendo a história das Joias do Infinito. Sabemos que Guardiões Da Galáxia deve abordar um pouco esse assunto, graças ao final de Thor 2 e a vídeos do novo filme. Só que agora existe uma ameaça gigantesta na Terra e isso não pode ficar de lado. Além de tudo, ainda temos Loki ocupando o lugar de Odin em Asgard.

Ou seja, temos, no mínimo, três tramas paralelas que devem complicar as coisas, mas, a priori, não devem entrar no caminho uma da outra e a esperada briga com o vilão espacial deve acontecer. Como já provou, a Marvel pensa bem no futuro e quanto mais dificuldades adiante, mais filmes garantidos.

Novos Vingadores

Downey Jr. fala em deixar o personagem há algum tempo e Stark assumir o comando do supergrupo pode permitir ao ator aposentar a armadura do Homem de Ferro, mas fazer pequenas participações especiais, estilo Samuel L. Jackson. Entretanto, outros atores também devem sair da franquia em breve.

O primeiro sinal é Bucky lembrar de quem é realmente no final de Capitão América 2. Nos quadrinhos, o personagem eventualmente assume o papel do herói bandeiroso. E é importante lembrar que o ator Chris Evans já fala de aposentadoria, enquanto Sebastian Stan, que vive Bucky, tem contrato para nove filmes, segundo o site Newsarama. Também podemos esperar ver os Vingadores totalmente renovados, com Homem-Formiga, Feiticeira Escarlate e Mercúrio.

Claro que essas são apenas especulações e podem estar completamente erradas, mas é fato que o universo Marvel não é mais o mesmo. Tantas novidades e a aproximação do fim de contratos podem ser sinais de mudanças ainda mais profundas. As coisas devem ficar mais claras após Os Vingadores: A Era De Ultron, que promete ampliar o universo quando chegar aos cinemas em maio de 2015.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus