CAPITÃO AMÉRICA: Detalhes do bandeiroso nas HQs e no cinema

Conheça a história do mais famoso herói da Marvel

02/05/2012 12h30


Capitão América: Criado por Joe Simon e Jack Kirby nos quadrinhos e vivido nos cinemas por Chris Evans


Capitão América: O Primeiro Vingador usa pouco a base do universo Ultimate da Marvel, histórias recentes da editora com viés mais “real” e abordagem diferenciada. Pelas origens antigas das HQs, Steve Rogers, um garoto franzino (e estudante de artes nos gibis!), tenta se alistar no exército para ajudar seu país na guerra contra os nazistas, mas é rejeitado. Na adaptação cinematográfica, Steve menciona o pai, dizendo que ele morreu na guerra, mas, na verdade, ele era alcoólatra e morreu quando o rapaz ainda era uma criança. Na adolescência, perdeu sua mãe, de pneumonia.

Sua persistência para virar um soldado impressiona o General Chester Philips (interpretado por Tommy Lee Jones), ao contrário do que acontece no filme, onde quem “descobre” Steve é o doutor Abraham Erskine (Stanley Tucci (infinitamente mais carismático do que nos quadrinhos). A história de Erskine é pouco explorada: ele era, na verdade, um cientista alemão que trabalhava para os nazistas com o objetivo de criar um exército invencível, mas foge e se junta aos Aliados na tentativa de criar soldados perfeitos e acabar com o Reich de Hitler. Nos quadrinhos, ele também é conhecido como Joseph Reinstein, codinome usado por proteção.

Rogers entra no projeto biológico secreto Operação Renascimento, no qual eles submetem o rapaz a uma dose do Soro do Supersoldado, ainda em fase experimental, para depois ser exposto a Raios Vita e aumentar a eficácia da fórmula. Howard Stark, pai de Tony Stark, tem uma participação importante na versão cinematográfica: ele cria o escudo de vibranium (liga metálica que absorve impactos) e age diretamente na trama e na Operação Renascimento, algo que não acontece nos quadrinhos. Ao final do processo, Steve muda completamente: cresce, fica musculoso, ágil e muito rápido.

Infelizmente, após a apresentação, um espião nazista assassina o doutor Erskine, deixando Rogers como o único supersoldado existente. Um aspecto deixado de lado pelo filme é o do treinamento pelo qual ele passa para aprender a usar o novo corpo, algo relevante, pois as mudanças sofridas causariam enorme estranhamento no jovem. Adotando o nome dado por Erskine - Capitão América -, ele parte para os campos de batalha, infiltrado como um rapaz desajeitado de infantaria para não levantar suspeitas, e age por meio de seu novo codinome, enquanto na adaptação para as telonas a identidade do Capitão não é mantida em segredo. Entretanto, e essa parte é completamente diferente do longa, James “Bucky” Barnes, um garoto ajudante do acampamento, descobre a verdadeira identidade de Rogers e jura silêncio, tornando-se assim parceiro do bandeiroso. No cinema e no universo Ultimate, Bucky já era amigo de longa data de Rogers e também mais velho.

Durante as diversas batalhas, o supergrupo Os Invasores foi criado, contando com Tocha Humana, Centelha, Namor e Bucky, liderados pelo Capitão. A principal ameaça também é o Caveira Vermelha, mas com uma diferença crucial do filme: não é ele quem “derrota” Rogers, e sim o cientista nazista Barão Heinrich Zemo. Em missão na Inglaterra, ele não consegue impedir o lançamento de um avião experimental carregado de explosivos que tinha como objetivo atingir os EUA, então, agarrado ao avião ao lado de Bucky, tenta desarmá-lo, porém sem sucesso. As bombas explodem, o jovem morre e o Capitão é arremessado ao Oceano Ártico, ileso, onde permanece em animação suspensa por anos, graças ao soro do supersoldado. Namor chega a encontrar o corpo congelado de Steve Rogers, mas o joga ao mar para mostrar sua ira pela destruição de Atlântida, sem saber que era seu companheiro de anos atrás. Ele é resgatado décadas depois e iniciado na equipe dos Vingadores.



Deixe seu comentário
comments powered by Disqus