Capitão América – Guerra Civil: Entenda a separação dos Vingadores

Equipes de Capitão América e Homem de Ferro no filme já estão definidas

14/08/2015 12h18 (Atualizado em 14/03/2016 12h42)

Não é segredo que Capitão América 3: Guerra Civil, previsto para estrear em 28 de abril de 2016, vai abordar uma das melhores histórias em quadrinhos da Marvel. A trama simplesmente coloca em xeque a relação entre o herói patriótico e o Homem de Ferro, além de desestabilizar o mundo dos heróis da "casa das ideias".

Enquanto o filme não chega, o Cineclick comenta sobre o terceiro filme do Capitão América, a definição das equipes e o que pode acontecer daqui para frente no universo cinematográfico da Marvel.

+ Veja os heróis da Marvel que podem morrer em Guerra Civil

Seguindo a linha da HQ original, a causa do conflito entre os protagonistas seria a divergência sobre o registro lançado pelo governo, que visa "regulamentar" as atividades dos super-heróis para determinar quando seus serviços devem ser solicitados. No caso, os que são a favor dessa norma estão do lado de Tony Stark (Robert Downey Jr.), enquanto os contra ficam com Steve Rogers (Chris Evans).

Equipes formadas

Agora já sabemos quem ficará do lado do Capitão América e quem apoiará as causas defendidas pelo Homem de Ferro. De acordo com o que foi divulgado nas últimas semanas em vários lugares, Visão (Paul Bettany), Homem-Aranha (Tom Holland), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Máquina de Combate (Don Cheadle) estarão ao lado do Stark, enquanto, Gavião Arqueiro (Jeremy Renner), Falcão (Anthony Mackie), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) e Homem-Formiga (Paul Rudd) ficarão no time do herói patriótico.

Além desses, Capitão América também deve contar também com a ajuda do Soldado Invernal (Sebastian Stan) e da Agente 13, personagem de Emily VanCamp que retorna para o filme. Aliás, será que veremos flertes entre o casal nesse momento? Provavelmente sim, já que nos quadrinhos os dois tem um caso amoroso.

Capitão América - Guerra Civil

De maneira geral, os times ficaram coerentes com os últimos filmes. O que mais chamou a atenção nesse primeiro momento foi a presença de Viúva Negra na equipe de Stark, principalmente se pegarmos os acontecimentos de O Soldado Invernal, onde a personagem demonstrou bastante apego a Rogers quando a SHIELD foi comprometida. Além disso, em Os Vingadores - The Avengers, ela deixa claro que Stark passou a não confiar nela quando descobriu sua verdadeira identidade em Homem De Ferro 2.

Afinal de contas, qual é o fator determinante para ela querer virar a casaca? Uma resposta plausível é que a moça poderia se sentir ameaçada pelo governo, que quer revelar seus maiores segredos (ver mais detalhes em Capitão América: O Soldado Invernal). É o que faz mais sentido nesse momento. De qualquer forma, temos que aguardar.

O site HeroicHollywood (o mesmo que revelou a real formação dos times), também comentou que o Pantera Negra (Chadwick Boseman) será neutro nessa disputa, pois tem seus próprios ideais. Vale lembrar que o herói vai estrear nos filmes da Marvel e já terá que lidar com o assassinato de seu pai, o Rei T'Chaka. Talvez sua preocupação maior agora seja querer se vingar de quem tirou a vida do ente querido.

E Thor e Hulk? Como ficam nessa disputa?

Ainda falando dos times, fica a pergunta de qual lado vão ficar outros nomes importantes do universo cinematográfico da Marvel, principalmente aqueles que não temos certeza se estarão ou não no filme. Claro que estamos falando de Thor (Chris Hemsworth) e Hulk (Mark Ruffalo). Para quem não se lembra, em Vingadores: Era De Ultron, o Deus do Trovão volta para Asgard para obter suas próprias respostas, enquanto o gigante esmeralda sumiu e foi parar lá sabe onde. Rumores recentes apontam que o verdão pode estar presente em Guerra Civil, já que Mark Ruffalo foi visto em uma festa com o elenco em Berlim. No entanto, nada foi confirmado pelo estúdio.

Hulk e Thor

Se for verdade, a relação do personagem com o General Ross (William Hurt), que está confirmado no filme, pode definir qual time ele vai entrar. Todos sabem que seu relacionamento com o pai da Elizabeth Ross (Liv Tyler) é cheia de conflitos. Por isso, tudo indica que ele se alie ao Capitão América, mas surpresas podem pintar, inclusive o Hulk Vermelho (será?).

Já o Deus do Trovão, que não deve aparecer no longa, é uma grande incógnita. De que lado ele ficaria? Se pensarmos na formação tática das equipes, os mais poderosos (Visão, Homem de Ferro e etc) estão ligados a Tony Stark, então, para equilibrar um pouco as coisas, Thor poderia ficar com Rogers e companhia.

Homem-Aranha

Por mais que deva ser uma simples apresentação (não sabemos o tamanho dela ainda), essa é a participação mais aguardada de todas, afinal, finalmente veremos Peter Parker no universo cinematográfico da Marvel. Claro que já sabemos que o teioso vai ficar ao lado do Homem de Ferro (nos quadrinhos é assim), mas a maior expectativa no momento gira entorno do novo uniforme do herói.

Primeiramente, foi anunciado que o personagem usaria uma roupa mais caseira, mas recentemente também surgiu o rumor que Tony Stark também criaria um traje para o herói. Se for verdade, é um gancho perfeito para manter a fidelidade dos quadrinhos, afinal, quem não gostaria de ter uma roupa tecnológica por um gênio? Além disso, ficaria claro que os dois vão estabelecer uma relação de amizade, assim como Rogers e Sam Wilson.

Motivo da briga no cinema

Foi divulgado recentemente pelo Heroic Hollywood que os membros dos Vingadores vão se separar em dois grupos após a morte de vários civis durante uma missão da equipe. Segundo o site, Ossos Cruzados (Frank Grillo) seria o principal causador da tragédia. O vilão apareceria com várias bombas pelo corpo, ameaçando os heróis e todos os civis ao seu redor. Para conter a situação, o Capitão pediria à Feiticeira Escarlate que levitasse o rival, mas isso desperta uma imensa explosão e causa a morte de diversas pessoas.

Se esse for realmente o principal motivo da guerra, chega a ser frustrante, pois um conflito com dimensões gigantescas precisaria de um motivo muito mais sério do que apenas uma "birrinha de vingador". Embora, nos quadrinhos, uma explosão também seja a causa de todo o problema. De qualquer forma, é possível imaginar que não deva ser só isso. Certamente há mais coisa por trás e, por isso, o tratado do governo vai ter, sim, forte influência. Sem contar outras surpresas que a Marvel certamente está preparando.

Por ser um filme do Capitão América e não do Homem de Ferro, é natural que a equipe de Steve Rogers fique mais em evidência que a do rival. Além disso, também é provável que a torcida dos espectadores seja a favor do primeiro Vingador do que de Stark.

Guerra Civil começa onde Vingadores: Era de Ultron parou, com Steve Rogers treinando a equipe de heróis e continuando com seus esforços para proteger a humanidade. Depois que outro incidente internacional causa certos danos colaterais, o aumento da pressão política resulta na instalação de um sistema e um conselho do governo, para determinar quando os serviços dos Vingadores devem ser solicitados. O fato é que o novo status quo divide a equipe e todos vão precisar escolher a melhor aliança para poder sobreviver.

Previsto para estrear em 28 de abril de 2016, Capitão América: Guerra Civil marcará o início da Fase 3 da Marvel no cinema. Também estão no elenco Daniel Brühl e Martin Freeman. A direção é dos irmãos Joe e Anthony Russo.

[Atualizado 12/03] Assista ao último trailer, que tem a participação do Homem-Aranha:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus