CCXP: Dean-Charles Chapman, o Tommen de GOT, fala sobre atuação na série

O ator arrancou gritos e gargalhadas do público

07/12/2017 17h30

Por Thamires Viana

Durante o painel da HBO, o ator Dean-charles Chapman, o Tommen de Game of Thrones, falou um pouco sobre sua experiencia de atuar na série. Em tom descontraído, o ator contou ao público que a maior sorte neste trabalho foi poder morrer e voltar como outro personagem. Chapman viveu Martyn Lannister na terceira temporada e retornou para o show como Tommen Baratheon.

Ele também contou que por ser feita em uma escala nunca vista antes, Game of Thrones é algo muito especial que ele se orgulha de fazer parte. Mesmo com o esquema intenso de gravações e o fato de  algumas temporadas demandarem mais esforço dos atores do que outras, é tudo muito gratificante, já que a equipe é muito dedicada e unida.  

Quando questionado sobre as vantagens de ser um rei, Chapman afirma que é ótimo, mas que precisa ter sinceridade, não ser egoísta e claro, evitar algumas mortes pois o carma é real e instantâneo. "Tommen nunca quis ser rei e acredito que se sentiu chateado por substituir seu irmão, Joffrey Baratheon, e de roubar a esposa dele", brincou. 

Sobre o relacionamento de Tommen com Margaery Tyrell, vivida pela atriz Natalie Dormer, ele afirma: "Ela sabia que Tommen poderia ser o melhor marido para ela. Ela cuidava dele, mas eu não diria que ela o amava. Na verdade eles se sentiam confortáveis na presença um do outro", disse o ator.

Quanto ao final de Tommen na série, Chapman afirma que se pudesse escolher, teria matado sua própria mãe, a Rainha Cersei Baratheon, vivida por Lena Headey ou o Montanha, personagem de Hafthór Júlíus Björnsson. "Se pudesse escolher outra coisa, seria que Jon Snow (Kit Harington) ou Daenerys (Emilia Clarke) assumam o trono", finalizou.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus