CCXP: Painel da Warner tem diretor de Skull Island e 75 anos de Mulher-Maravilha

Evento acaba neste domingo (4)

04/12/2016 14h30

Por Iara Vasconcelos

A expectativa para o painel da Warner Bros. no último dia da CCXP era grande. Fãs estavam ansiosos para possíveis conteúdos inéditos do universo DC, principalmente de Mulher-Maravilha e Liga da Justiça, que serão os próximos lançamentos do estúdio. Entretanto, tudo ficou apenas na expectativa. Mesmo com o pedido de guardar os celulares em um saco plástico, o tão esperado material inédito não rolou.

O painel abriu com Kong: Skull Island e a presença do diretor Jordan Vogt-Roberts. Também foi exibido um recadinho de Tom Hiddlestone Samuel L. Jackson ao público brasileiro.

Vogt falou que, apesar do uso do CGI para recriar a figura de Kong, sua intenção nunca foi fazer um filme repleto de efeitos especiais: "Resolvemos filmar em locais como o Vietnã pois queríamos que o ecossistema fosse real. Temos cenas filmadas também no Havaí e na Austrália. Misturamos vários tipos de cenário".

Ele também conta que quer trazer de volta a aura de fantasia e surpresa tão presentes no passado: "Quero voltar à época em que não tínhamos tecnologia e as pessoas pudessem acreditar em mitos e histórias fantásticas. Antigamente, se você contasse a uma criança sobre o Papai Noel, ela acreditaria sem pestanejar. Hoje, com uma rápida pesquisa no Google ela tem essa resposta".

Sobre o novo King Kong, ele garante que o lado mais humano do personagem continuará existindo: "Ele é um ícone porque ainda tem características humanas. Ele é uma mistura de louco com Deus e uma criatura que desperta empatia. Queremos mostrar os dois lados dele nesse filme. Que sentíssemos por ele. Que chorássemos por ele".

Vogt ainda revelou ao público que é um geek de primeira: "Eu definiria meu DNA da seguinte forma: 50% cinema, 50% animes e 50% games. Eu sei que a matemática não bate. Mas é isso".

Dentre as inspirações para o novo filme, o cineasta cita Platoon e Apocalipse Now, dois épicos de guerra bastante conhecidos e adorados. Esse filme promete!

Ao final, quando perguntando sobre um possível embate entre Kong e Godzilla no futuro, ele não hesita: Para mim, o Kong sempre vence".

Universo DC

Para o universo DC, a Warner revelou cenas do divertidíssimo Lego: Batman, que contou ainda com uma interação muito engraçada entre o dublador original e o brasileiro.

Com recados de Zack Snyder e Gal Gadot, foram reexibidos os trailers de Mulher-Maravilha e Liga da Justiça. Além de um vídeo dos bastidores do último.

O painel ainda contou com trailer de O Rei Arthur e um teaser de Annabelle, também já divulgados anteriormente.
Houve também um bate-papo com o diretor Daniel Resende e com o ator Vladmir Brichta sobre o filme Bingo: O Rei das Manhãs. O longa narra a história de um famoso palhaço apresentador de programas infantis que vive uma vida recheada de drama, drogas e sexo por trás da câmeras.

Para finalizar, os quadrinistas Brian Azzarello e Yanick Paquette subiram ao palco para falar dos 75 anos de Mulher-Maravilha.

Paquette relevou que se surpreendeu com a interpretação de Gal Gadot: "Quando a vi vestida como ela, pensei logo 'é muito magra, a minha Mulher-Maravilha ideal seria mais carnuda'. Mas acho que ela acabou fazendo um ótimo trabalho".

Já Azzarello, que aparentemente não gostou de Batman Vs Superman, afirmou que não viu ainda o trailer do filme solo da Amazona e disse que "espera pelo melhor".

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus