César Awards: Roman Polanski abandona cargo de presidente da cerimônia

Cineasta condenado por estupro sofreu pressão de organizações feministas

06/02/2017 14h28

Por Iara Vasconcelos

Após protestos de instituições feministas, o diretor Roman Polanski desistiu de presidir a cerimônia do César Awards, considerado o "Oscar francês". Polanski foi condenado por estupro de uma menor e fugiu dos Estados Unidos para evitar sua prisão.

Com a saída dele, a organização anunciaram que a cerimônia não terá presidente nesse ano. A presença de Polanski tinha gerado ameaças de boicote, o que preocupou o presidente da Academia de cinema francês, Alain Terzian.

Terzian chegou a dizer que o diretor foi escolhido por seu um "artista, cineasta, produtor, argumentista, ator e diretor competente". E completou: "Há muitas palavras para definir Roman Polanski, mas uma só para expressar a nossa admiração e encanto".

O Cesar Awards ocorrerá em 24 de fevereiro. 

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus