Cine Ceará 2015: Jauja, com ator de Senhor dos Anéis, é destaque

Noite teve reações opostas do público, alguns aplaudiram muito, outros deixaram sessão no meio

20/06/2015 12h22

Por Daniel Reininger

O segundo dia de mostra competitiva do 25º Cine Ceará trouxe o melodrama Loreak, filme feminino falado em língua basca, e Jauja, drama sobre a busca de um pai (Viggo Mortensen, de O Senhor Dos Anéis) por sua filha, vencedor da mostra Um Certo Olhar no festival de Cannes.

Loreak acompanha Ane, mulher solitária e infeliz no casamento. Sua vida se transforma quando passa a receber flores de um estranho que nunca se identifica. Quando uma tragédia faz com que ela pare de receber flores, é ela que passa a enviá-las, mas a esposa e mãe do falecido ficam intrigadas com a mulher misteriosa.

A atriz Itziar Ituño, que vive Lourdes na trama, estava presente na sessão e se declarou honrada de ver um "filme tão pequeno" selecionado no festival cearense. Na coletiva de imprensa, na manhã deste sábado, revelou as dificuldades de financiamento para filmes bascos e elogiou os diretores do longa. "São muito sensíveis". Embora o filme seja bastante convencional, parte do público abandonou a sessão no meio, enquanto outra parte aplaudiu com furor ao fim da exibição. 

O mesmo aconteceu com Jauja, obra interessante, mas que segue o estilo do cineasta Lisandro Alonso, diretor que trabalha com tempos estendidos, cenas com pouca ação, pouca ou nenhuma trilha sonora e planos abertos. O filme é uma coprodução entre Argentina, Dinamarca, França, México, EUA, Alemanha, Holanda e Brasil.

A noite ainda contou com a exibição de curtas, também em competição. Choclo, do cineasta Caetano Gotardo, apresenta uma poesia narrada em off, associada a imagens documentais de uma relação amorosa, mas causa pouco impacto. Action Painting nº1 e nº2 aborda o ato sexual e a plasticidade dos corpos durante o sexo e é belo esteticamente.

Nua Por Dentro do Couro, de Lucas Sá, já foi apresentado em diversos festivais brasileiros e exagera as relações entre vizinhas de um prédio. Curioso, está repleto de cenas de impacto, mas não permite o desenvolvimento das personagens. Já a produção local Cenário é uma colagem eletrônica de vídeos pessoais de festas com narração semelhante ao do Google Tradutor e foi bastante aplaudido pelo público presente.

O Cine Ceará 2015 vai até o dia 24 de junho, com programação diária gratuita.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus