Cinemas do Brasil não sentiram impacto da crise

Entre janeiro e abril deste ano, o número de espectadores chegou a 43,4 milhões

26/07/2015 18h31

Por Iara Vasconcelos

Se o aumento no valor das tarifas de eletricidade e dos produtos nos supermercados preocupam uma grande parcela da população brasileira, o mesmo não se pode dizer sobre aqueles que gostam de pegar um cineminha. Isso porque, apesar da cautela nos gastos, o relatório da Agência Nacional de Cinema (Ancine) aponta que houve um aumento no número de espectadores nas salas do país em 2015.

De acordo com os dados, o mapeamento mostra que entre janeiro e abril deste ano, o número de espectadores chegou a 43,4 milhões, consolidando uma alta de 18,1% em relação ao mesmo período de 2014. O crescimento é resultado do sucesso de filmes como Cinquenta Tons De Cinza e Vingadores: Era De Ultron, que movimentaram os cinemas do Brasil. Já as produções nacionais, apesar do grande número de títulos lançados, viram seu público diminuir 28,7 % em comparação com o ano passado.

No levantamento realizado pelo Rentrak, o primeiro semestre teve um crescimento de 12,5% no público nos cinemas brasileiros. E tudo indica que, se esse ritmo continuar constante, teremos o maior crescimento registrado nos últimos quatro anos. Vale lembrar que atualmente contamos com cerca de 3 mil salas espalhadas pelas cinco regiões, número três vezes maior que vinte anos atrás.

Confira a lista das 10 maiores bilheterias (acumulado) registradas no Brasil em 2015:

1) Vingadores: Era De Ultron: R$ 145.951.000 milhões
2) Velozes E Furiosos 7: R$ 142.445.000 milhões
3) Cinquenta Tons De Cinza: R$ 87.767.000 milhões
4) Jurassic World: O Mundo Dos Dinossauros: R$ 83.664 milhões
5) Minions: R$ 79.572 milhões
6) Cinderela: R$ 50.082 milhões
7) Bob Esponja: Um Herói Fora D'água: R$ 48.289.000 milhões
8) Loucas Pra Casar: R$ 45.869.000 milhões
9) Êxodo: Deuses E Reis: R$ 41.200.000 milhões
10) Os Pinguins De Madagascar: R$ 40.621.000 milhões

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus