Crítica: Brinquedo Assassino é episódio genérico de Black Mirror

Remake chega aos cinemas nesta quinta-feira (22)

21/08/2019 18h01

Por Thamires Viana

Brinquedo Assassino, remake do clássico de 1988, chega aos cinemas nesta quinta-feira (22) e, ao contrário do que se pensava, o filme se distancia do original, mas não é de uma forma positiva.

Confira um trecho da nossa crítica:

No entanto, diferente do clássico de 1988 idealizado por Don Mancini que trazia o boneco possuído pelo espírito de um serial killer, Chucky agora se torna um personagem chato, carente e sem qualquer personalidade. Esqueça aquele humor ácido e intrigante do ruivinho assustador, já que aqui ele só exige atenção e quando não recebe, usa da violência para se vingar daqueles que se aproximam de Andy. O que pode parecer uma premissa inovadora acaba deixando os crimes do boneco sem um propósito convincente a não ser o de ser amado a qualquer custo. Nem mesmo Mark Hamill, o eterno Luke Skywalker, dando voz a Chucky deixa o longa interessante. 

LEIA A CRÍTICA COMPLETA CLICANDO AQUI

Os atores Gabriel Bateman, Aubrey Plaza e Brian Tyree Henry estão no elenco. Lars Klevberg, o cineasta norueguês por trás do filme de terror Morte Instantânea, está dirigindo o filme que foi filmado em Vancouver. O roteiro é escrito por Tyler Burton Smith (Kung Fury 2).

Brinquedo Assassino chega nesta quinta-feira, dia 22 de agosto.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus