Crítica: Dolittle (sem querer) deixa seu potencial no limbo

O filme é protagonizado por Robert Downey Jr.

19/02/2020 17h34

Por Alexandre Dias

Dolittle, nova adaptação do personagem literário de Hugh Lofting, chega aos cinemas nesta quinta-feira (20). A aventura do médico que fala com animais traz agora Robert Downey Jr., o Homem de Ferro da Marvel, no papel principal. 

A trama mostra uma viagem que o protagonista deve fazer para conseguir ajudar a rainha. E claro, os seus amigos de várias patas não ficam de fora. Confira um trecho da nossa crítica: 

O novo Dolittle não é diferente. A maior fidelidade à narrativa e ao contexto que o escritor Hugh Lofting criou foi direto ao encontro de duas questões contemporâneas: as aventuras cômicas/dramáticas com criaturas digitais para toda a família e Robert Downey Jr.; a ideia desse projeto é completamente compatível com o estilo do ator, que é justamente ser uma das estrelas da linha de frente de Hollywood com o seu carisma caricato. No entanto, o potencial - talvez imprevisto - dessa versão em ser algo a mais do que um entretenimento divertido deixa o resultado final menos empolgante.

Dolittle tem a direção de Stephen Gaghan.

Leia a crítica completa

Veja também: As melhores amizades entre humanos e animais do cinema


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus