Crítica: "O Mecanismo é uma aula sobre um dos maiores escândalos do nosso país"

A série chega à plataforma amanhã, dia 23 de março

22/03/2018 13h39

Por Thamires Viana

Estamos em uma época onde os noticiários são tomados com manchetes sobre delações e operações que buscam capturar políticos envolvidos com corrupção até o pescoço. A mais famosa delas é a Lava Jato, operação que começou em 2013 e levou para trás das grades empreiteiros e doleiros como Alberto Youssef.

É nessa pegada que chega O Mecanismo, nossa série da Netflix criada por José Padilha e Elena Soárez. A atração é baseada nos acontecimentos da Operação Lava-Jato e irá abordar em oito episódios o maior escândalo da política brasileira, além de retratar como um pequeno grupo de investigadores desvendou o terrível esquema de corrupção do país.  O ator Selton Mello vive Marco Ruffo, um delegado aposentado da Polícia Federal que luta contra o sistema e tenta capturar Roberto Ibrahim (Enrique Diaz), um criminoso que vira seu objeto da obsessão.

Não tem como não lembrar de Narcos e Tropa De Elite - projetos anteriores de Padilha - quando se trata da primeira cena. Tudo isso porque ela traz Ruffo (Mello), com um discurso clichê que já foi visto em Tropa com o Capitão Nascimento (Wagner Moura). "As pessoas pensam que ser policial é subir favela e trocar tiro com traficante. Isso é ser policial burro. O que fode nosso país não é a violência, a falta de saúde, de educação, não é o sistema falido (...). O que fode nosso país é a causa disso tudo". 

Mas tudo bem trazer semelhanças quando o objetivo é tratar um Brasil que ainda tem problemas e que, infelizmente, não mudou com o passar dos anos. Talvez seja complicado mudar o foco ou o discurso quando não há para onde correr já que a situação continua na estaca zero. É nesse momento que entendemos que Ruffo será um "justiceiro" que fará de tudo para capturar o corrupto Ibrahim, personagem vivido maravilhosamente por Diaz

Ainda no começo somos apresentados também ao objetivo de O Mecanismo: trazer o assunto de forma didática ao público. O acerto da plataforma e dos criadores foi inserir em um único episódio tudo aquilo que a série irá tratar, fazendo dele uma bela introdução com ganchos que irá segurar o espectador para os próximos sete que chegarão em seguida.

A trama é recheada de tensão e o arco dos personagens te deixa na apreensão de saber o que vai acontecer com eles, mesmo que o desfecho já seja de conhecimento do público. Um dos pontos altos é a diversão de ver a criatividade dos autores ao trocar os nomes das figuras políticas e manter as caracterísiticas impecáveis.

O elenco é exemplar, a começar por Diaz que traz o seu "vilão" como um dos mais carismáticos dos últimos tempos. Não tem como não dar boas risadas com a cena de sua estadia em um hotel. Há destaque também para Caroline Abras, que vive Verona Cardoni, a aprendiz de Ruffo que chega com pé na porta levando consigo as lições de seu mentor, e se torna uma investigadora com muita sede de justiça.

O Mecanismo é uma grande aula sobre um dos maiores escândalos do nosso país e irá atrair aqueles que querem conhecer melhor a operação e também aqueles que pretendem ver o assunto pelo olhar de um dos maiores diretores brasileiros. 

Os atores Leonardo Medeiros, Jonathan Haagensen, Alessandra Colassanti, Lee Taylor, Susana Ribeiro, Antonio Saboia e Otto Jr também integram o elenco da série que chega à plataforma no próximo dia 23 de março.

Confira o trailer:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus