Crítica: Tarantino nostálgico lança Era Uma Vez em Hollywood

Longa se passa em Los Angeles, no final dos anos 60

15/08/2019 14h00

Por Daniel Reininger

Em seu mais novo filme, Quentin Tarantino reúne um fascinante elenco para homenagear o passado de Hollywood. O longa estreia em 15 de agosto.

"Apesar de manter seu estilo de direção, repleto de humor negro, momentos de violência explosiva e ótima trilha sonora, Era Uma Vez Em... Hollywood mostra um lado mais sentimental do cineasta. Esse é um de seus trabalhos mais fracos, com um estilo muito mais próximo de Woody Allen do que próprio, mas ainda assim vale o ingresso, especialmente para quem é fascinado pelo passado do cinema.

Carta de amor a Los Angeles do final dos anos 60, o filme não traz o mesmo ar descolado de outrora do diretor com seu ritmo lento e roteiro contemplativo. A nostalgia toma conta e é fácil esquecer que estamos vendo um filme do Tarantino. Mesmo quando a violência come solta, parece mais uma obrigação a cumprir com os fãs do que uma vontade real do diretor incluir esses momentos em sua obra, que são totalmente desnecessários, diga-se de passagem."

VEJA A CRÍTICA COMPLETA

Confira o trailer: 

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus