Crítica: Vidro encerra trilogia com decisões irreversíveis

Longa chegou hoje (17) aos cinemas

17/01/2019 15h56

Por Thamires Viana

Vidro, novo longa de M. Night Shyamalan que é a continuação de Corpo Fechado e Fragmentado, chegou aos cinemas nesta quinta-feira (17). O novo longa marca o retorno de Bruce Willis como David Dunn, Samuel L. Jackson como Elijah Price, também conhecido como Sr. Vidro, e James McAvoy como Kevin, também conhecido como A Horda.

"Antes de mais nada é preciso pontuar a genialidade de Shyamalan ao criar um universo de suspense que talvez nem tivesse tanta pretenção de acontecer. Ao entrelaçar as histórias desses três personagens, ele dá ao público referências sutis que agradam aos mais atentos pelos detalhes dentro de um roteiro complexo. Sem expor ou entregar de bandeja qual a verdadeira ligação entre os personagens, o filme pode parecer arrastado no primeiro ato, mas deslancha quando a união dos trio passa a ter um propósito sólido."

Eles se juntam a Sarah Paulson (American Horror Story) como a psiquiatra especializada em “indivíduos que acreditam que são super-heróis” e que está tratando o trio em um hospital psiquiátrico.

CONFIRA A CRÍTICA COMPLETA

Vidro já está em cartaz nos cinemas.


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus