Deadpool 2: Roteiristas defendem o tratamento das personagens femininas no longa

"Fizemos questão de não ter isso apenas como uma coisa movida a testosterona"

22/05/2018 12h46

Por Thamires Viana

Os roteiristas de Deadpool 2, Rhett Reese e Paul Wernick, comentaram em entrevista ao Vulture sobre o processo de escrita do longa e o destino das personagens femininas, já que após algumas cenas, uma parcela dos fãs consideraram o filme como sexista. (via ComicBookMovie)

Cuidado com possíveis spoilers abaixo!

Deadpool - Alerta de Spoilers

 

Deadpool 2 não perde tempo em matar a esposa e filha de Cable (Josh Brolin) e a namorada de WadeVanessa (Morena Baccarin), uma decisão que fizeram alguns fãs definirem a trama como sexista, mesmo que Domino (Zazie Beetz) tenha recebido um papel considerável e o fato de a sequência apresentar o primeiro casal lésbico em um filme de super-heróis.

Reese revelou que os primeiros rascunhos não incluíam a morte de Vanessa, mas que foi mudado para melhor "desempenho" do mercenário.

"Nos primeiros rascunhos do roteiro, Vanessa não morria. Ela terminava com Deadpool, e ele estava tentando reconquistá-la. Então eu acho que em algum momento alguém apenas disse, 'Sabe, Deadpool funciona melhor quando ele tem tudo tirado dele, quando ele sofre'. Então pensamos que seria melhor causar grande sofrimento para ele, fazendo com que sua linha de trabalho seja o que custa a vida de Vanessa".

Ele também revelou que durante a escrita, que também incluiu o ator Ryan Reynolds, não houve essa preocupação sobre como o público iria interpretar essas mortes.

"Talvez isso seja uma coisa sexista. Eu não sei. E talvez algumas mulheres vão ter um problema com isso. Eu não acho que isso vai ser um grande problema. Preocupação nem sequer nos ocorreu".

Wernick continuou explicando que o assassinato da família de Cable foi feito para colocá-lo no mesmo barco que o mercenário.

"Eu também acho que definitivamente prestamos atenção em tentar preencher o filme com um grupo diversificado de personagens femininas fortes, interessantes e diferentes. Definitivamente fizemos questão de não ter isso apenas como uma coisa movida a testosterona", finalizou.

Deadpool 2 está em cartaz nos cinemas. 

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus