Dumbo dá início ao ano dos live-action da Disney

Longa é dirigido por Tim Burton e é um excelente começo para essa era de nostalgia

28/03/2019 12h09

Por Diego Canha

Quando a Disney anunciou que faria um live-action de Dumbo, muitas dúvidas pairaram os fãs da animação lançada em 1941 sobre um elefantinho orelhudo que tinha o poder de voar, principalmente por trazer Tim Burton na direção, cineasta que usa e abusa de um universo sombrio para contar suas histórias. No entanto, sua escalação foi um dos maiores acertos do estúdio nessa época de resgate nostálgico de suas animações. A sensibilidade do diretor em abordar o esquisito traz uma peculiaridade ao personagem que sofre para ser aceito.

+ Veja nossa crítica completa 
+ Onde está passando em sua cidade 

Em Vox Lux - O Preço Da Fama, novo filme protagonizado por Natalie Portman tem no centro uma estrela do pop tão envolta em glitter e excentricidades quanto seria um híbrido de David Bowie e Lady Gaga. Celeste é uma cantora que precisa confrontar seu legado nas horas que antecedem um grande show. Ela é a sobrevivente de uma tragédia e, ironicamente, só alcançou a fama por consequência desse evento traumático.

Ainda nesta semana chegam aos cinemas brasileiros: Gloria Bell, Minha Obra-prima, Elegia De Um Crime, Happy Hour, Os Últimos Dias De Copacabana Jack, Uma Viagem Inesperada e Rebelião.

Outros títulos que estão em destaque nos cinemas brasileiros:

Nós: O lançamento de Jordan Peele, diretor do sucesso Corra!, aborda um casal que leva seus filhos para a casa de praia, convidando alguns amigos próximos para a viagem. Quando visitantes inesperados aparecem no local, o caos se instala e a família planeja uma fuga arriscada... No elenco temos atores como Winston Duke, Lupita Nyong'o, Elisabeth Moss, Anna Diop e Kara Hayward.

+ Onde assistir na sua cidade 
+ Confira a nossa crítica

A Cinco Passos De Você: Filme que emociona por sua leveza e sensibilidade ao abordar algo difícil como uma doença incurável. A história faz o público sair da realidade, mas não o deixa tirar os pés do chão com um romance fantasioso. Pelo contrário, o filme usa contrastes de ficção e vida real de forma equilibrada e acerta ao posicionar suas variadas lições de moral no timing perfeito.

+ Veja a nossa crítica

Capitã Marvel: Filme apresenta a heroína que deve assumir a nova cara da Casa das Ideias após os eventos de Vingadores - Ultimato, afinal é esperada uma total repaginação do Universo Cinematográfico da Marvel. Embora o filme procure se distanciar dos outros longas do estúdio, com tom diferenciado, algumas boas surpresas e ótima representatividade, ele deixa uma sensação de potencial desperdiçado, afinal não causa o impacto prometido. Mas não se desanime, isso não significa que o filme seja ruim.

+ Veja nossa crítica completa aqui
+ Onde assistir na sua cidade
+ Conheça a nova heroína do universo de Vingadores
+ Descubra curiosidades sobre Capitã Marvel e os anos 90
+ Apesar da ação, há muito sentimento em Capitã Marvel, diz Brie Larson
+ Entenda as duas cenas pós-créditos de Capitã Marvel

O Parque Dos Sonhos: O filme acompanha a pequena June em um momento delicado de sua infância, quando sua mãe precisa se mudar para realizar um tratamento médico. As duas sonhavam com um parque de diversões mágico, onde diversos animais falantes eram responsáveis pelas atrações principais do local e também pela criação dos melhores brinquedos do mundo, incluindo montanhas-russas de tirar o fôlego e carrosséis encantados. Com a ausência da mãe, ela passa a se sentir solitária e obrigada a se tornar responsável para cuidar de seu pai.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus