Emma Watson diz que foi ameaçada de morte por campanha de igualdade de gênero

Atriz é Embaixadora da Organização das Nações Unidas em prol dos diretos da mulhe

03/10/2016 14h08

Emma Watson é conhecida por ser militante em temas que envolvem a igualdade de gênero. No entanto, nem todos concordam com o trabalho da atriz. Em um evento no Canadá, ela chegou a falar que foi ameaçada de morte diversas vezes depois de começar uma campanha sobre o assunto.

A atriz chegou a se tornar Embaixadora da Organização das Nações Unidas em prol dos direitos das mulheres devido ao seu trabalho, mas ainda assim sentiu-se ameaçada. "No começo eu estava eufórica, mas logo depois me senti muito triste por tudo que estava acontecendo", contou.

A atriz também disse ter vivido um misto de emoções. "Fiquei bastante nervosa. Todo os meus medos e esperanças chegaram juntos de uma vez só. Fui tanto ovacionada quanto criticada de forma que nunca havia vivido antes", comlpetou. Emma Watson será a Bela da versão live-action de A Bela E A Fera.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus