Entenda o caso real do filme O 3º Andar - Terror na Rua Malasaña

Longa usa essas lendas locais para criar seu próprio mito e algo muito assustador

07/07/2020 15h00

Por Daniel Reininger

O 3º Andar - Terror Na Rua Malasana, novo filme de terror dirigido pelo espanhol Albert Pintó, mostra uma casa tomada por acontecimentos sobrenaturais e a família que habita a residência aterrorizada. O mais assustador é o que o longa é baseado em uma história real, segundo os produtores do longa. Mas será mesmo?

O lugar

O longa afirma ser baseado em eventos ocorridos na década de 70. Para dar mais realismo, ele foi filmado no bairro de Malasaña, em Madri, palco de vários assassinatos e mistérios. A rua Antonio Grillo é o local com mais mortes por metro quadrado da capital espanhola e as histórias de crimes e mistérios se acumulam.

O local como um todo é cheio de histórias, como a do alfaiate que matou sua esposa e seus cinco filhos, cada um de uma arma distinta. Após os assassinatos, jogou um a um da sacada do apartamento 3D, gritando aos ventos que tinha feito. Em seguida, ele se suicidou. Essa é uma das histórias que inspirou o longa O 3º Andar - Terror Na Rua Malasaña.

Outros crimes misteriosos aconteceram no mesmo local, como o homem que foi encontrado morto com um golpe na cabeça em um apartamento e, três anos depois, outro morador foi achado morto da mesma forma no mesmo apartamento. Esse tipo de situação alimentou a lenda local.

O filme

A trama do filme mostra uma família vivendo seus piores pesadelos quando se muda para um apartamento dos sonhos. Manolo e Candela se estabelece no bairro Malasaña com seus três filhos e o avô Fermín. Eles deixam sua cidade natal para trás em busca da prosperidade que parece ser oferecida na capital de um país em plena transição. Mas há algo que a família Olmedo não sabe: no apartamento do 3º andar em que os integrantes vão morar, eles não estão sozinhos.

Com distribuição nacional Paris Filmes, o terror apresenta uma narrativa cujos sentidos são sempre explorados. O que era apenas um sentimento familiar começa a se materializar em fenômenos que não podem ser explicados, apesar de serem vistos e vividos.

Inspirado em fatos, mas nem tanto

Se você passear por Madri e decidir ir até a rua Malasaña, não procure pelo número 32, afinal o local mostrado no filme não existe. O motivo? Simples: Os eventos do filme não aconteceram como mostrados. Inclusive, a rua termina no número 30, então nem adianta procurar pelo prédio da história.

O longa usa da imaginação coletiva de medo e mistério criado em volta dessa região de Madri, cenas dos prédios da rua e parte das lendas locais, como a do alfaiate, citada acima, além de outros assassinatos locais e histórias de assombração para criar sua trama.

Ao criar seu próprio mito, o filme pode se tornar muito assustador, tanto que a promessa é dar um susto nos espectadores a cada 2 minutos. Será que vai conseguir?

Saberemos em breve! A estreia está prevista para 27 de agosto. Assista ao trailer:


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus