Entrevista: "Era como uma festa de verdade", diz Sarah Paulson sobre Oito Mulheres e Um Segredo

Ela vive Tammy, uma das integrantes do grupo que arma o roubo de uma jóia

11/06/2018 13h28

Por Thamires Viana

Oito Mulheres E Um Segredo chegou aos cinemas na última quinta-feira (07) como uma comédia divertida que traz no elenco nomes de peso como Sandra Bullock, Sarah Paulson, Helena Bonham Carter e Cate Blanchett. A trama acompanha um grupo de mulheres que arma um plano para roubar uma valiosa jóia durante um evento de gala.

+ Confira a nossa crítica

Para saber melhor sobre os personagens e o processo de filmagens do filme, conversamos com a atriz Sarah Paulson, que vive a Tammy no longa, e ela nos contou sobre a escolha de seus figurinos, a relação das atrizes no set e a dinâmica de sua personagem no roubo.

Confira o bate-papo:

1 - Qual foi a dinâmica de filmagem, uma vez que todas vocês se reuniram no set?

Sarah: Mais de uma pessoa me perguntou se nós tivemos alguma briga, o que foi chocante para mim porque eu pensei, 'por que essa seria a primeira coisa que as pessoas diriam que aconteceria se você colocasse oito mulheres em uma sala juntas?' Algumas pessoas estavam apostando em quem seria a última pessoa a sair do trailer e quanto tempo levariam para chegar ao set. Na verdade, estávamos sempre prontas enquanto eles ainda estavam organizando o set. Nós também nos divertimos muito de manhã, nos preparando juntas. Era como uma festa de verdade, mas uma festa com pessoas importantes com grandes sensações de humor. Foi como estar no maior encontro de jantar de todos os tempos.

2 - O filme apresenta uma recriação épica do Met Gala (um dos eventos mais importantes do mundo da moda). Como foi isso?

Sarah: As filmagens no Met Gala foram incríveis porque, entre as montagens, você via algo e dizia "Oh, olhe para esse artefato de..." Certas partes do museu foram isoladas, nós não poderíamos ir a todos os lugares. Desde que os cineastas estavam recriando o evento, eles recrutaram celebridades, incluindo as Kardashians, a atriz Katie Holmes, Zach Posen e vários designers célebres, para ajudar a autenticar a aparência da noite. Havia uma sala fascinante, onde esses convidados podiam relaxar entre as configurações da câmera. Enquanto isso nós, os atores, estávamos em uma sala empoeirada, que parecia não ter sido aspirada em muito tempo. E nós estávamos com fome porque você não tem permissão para levar comida para o Met. Então, um amigo de Awkwafina (atriz que vive Constance no longa) que estava cozinhando no andar de cima, mandou-lhe uma mensagem perguntando se queríamos alguma comida. Então fomos até aquela sala especial, e não podíamos acreditar: as pessoas estavam com garrafas de uísque - e, sim, havia comida! Todos estávamos dizendo: "Como é que não sabíamos que isto estava aqui? Nós passamos seis horas no andar de baixo nesta pequena sala, todos nós juntos, nem mesmo com um bastão de cenoura, porque não achamos que poderíamos trazer comida para o museu (risos).

3 -  Foi surreal estar no Met Gala com um traje em alta-costura? Você trabalhou de perto com a figurinista Sarah Edwards para o guarda-roupa de Tammy?

Sarah: Cada vestido que usamos durante as cenas de assalto foi projetado especialmente para o filme e especificamente para nós. Eu tenho que usar o vestido Prada mais extraordinário que não existe em nenhum outro lugar do mundo. Isso é incrível! Sarah e eu revimos vários esboços de design que a Prada tinha em mente, e escolhemos o nosso favorito, que melhor se adequava ao tema do Gala.

4 - Enquanto as mulheres planejam e executam este assalto incrivelmente ambicioso, como sua dinâmica evolui?

Sarah: Debbie (Sandra Bullock) conhece todas elas, mas as demais são estranhas umas para as outras. Elas têm um pouco de receio, imaginando como todas vão trabalhar juntas. Mas fica claro, muito rapidamente, que cada mulher é a melhor em seu campo, e tudo o que elas querem fazer é este assalto. Todo mundo tem o mesmo objetivo. Elas se tornam uma equipe extraordinária e o assalto teria sido um desastre sem cada uma de suas contribuições. Há um enorme senso de camaradagem e gratidão, misturado com surpresa. E elas fizeram isso juntas!

5 - O que você acha sobre essas histórias de assalto ambiciosas que nos atrai e nos faz torcer pelas pessoas por trás disso?

Sarah: Eu acho que Oito Mulheres E Um Segredo é uma fantasia. Às vezes você realmente precisa de uma oportunidade para relaxar e se deixar levar por essa jornada, o que faz você esquecer seus problemas por um tempo e mergulhar em outro mundo onde as pessoas estão se divertindo e fazendo algo um pouco perigoso e desobediente. No entanto, com muito humor e coração. Essa é a coisa extraordinária de ter uma experiência de cinema como esta: você pode se transportar para algum lugar glamouroso e divertido e ver um monte de pessoas trabalhando bem juntas.

Oito Mulheres E Um Segredo já está em cartaz nos cinemas.

Confira o trailer oficial:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus