Esquadrão Suicida: Diretor afirma que Coringa realmente matou Robin

Longa já está em cartaz no país

10/08/2016 17h23

Por Iara Vasconcelos

O rumor de que Robin teria sido assassinado por Coringa foi finalmente confirmado pelo diretor David Ayer. Em entrevista a revista Empire, ele explica a teoria que justifica também a aparência do Palhaço do Crime:

"Isso é mais uma coisa pessoal minha do que uma grande conexão, mas o Coringa matou o Robin e o Batman quebra os dentes dele e o tranca no Asilo Arkham. Foi lá que o Coringa fez a sdua tatuagem de 'damaged', como uma mensagem para o Batman dizendo 'você me danificou. Eu era tão lindo antes e agora você destruiu a minha aparência'. Foi assim que surgiram os dentes de metal", explicou Ayer.

O filme foi alvo de muitas críticas, principalmente pela pequena participação de Coringa. Jared Leto afirmou recentemente que a quantidade de cenas cortadas seriam suficientes para um filme solo do vilão. Agora, o cineasta explica que várias versões do longa foram testadas com o público.

"Tiveram pelo menos umas seis ou sete versões diferentes do filme. Em uma delas, o público ficou confuso e com muitas dúvidas. Então fizemos a versão 'dossier', que é a Amanda Waller apresentando as origens de cada membro do grupo", disse ele em referência a versão que foi para as telonas.

Baseado nas histórias em quadrinhos da DC Comics, Esquadrão acompanha a missão de um grupo formado por supervilões que começam a trabalhar para o governo em troca do perdão de suas penas. 

Esquadrão Suicida já está em cartaz no Brasil. Confira nossa crítica e saiba onde o filme está passando.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus