EUA nega anistia a Roman Polanski e diretor ainda pode ser preso se pisar no país

Há 40 anos, cineasta foi condenado por estupro de menor

04/04/2017 10h47

Por Iara Vasconcelos

A justiça dos Estados Unidos negou o pedido da defesa de Roman Polanski e o cineasta ainda poderá ser preso se pisar em território americano.

Polanski, de 83 anos, entrou com um pedido na corte de Los Angeles para que pudesse retornar aos Estados Unidos sem que fosse detido pela polícia.

O diretor, conhecido por filmes como O Pianista e O Bebê De Rosemary, foi condenado a 50 anos de prisão pelo estupro de uma adolescente de 13 anos em 1977. Para escapar da prisão, acabou se refugiando em outros países e até se radicou na Suíça, onde ainda vive e chegou a ficar preso pelo período de um ano.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus