Festival de Cannes tem protesto em apoio a cineasta em prisão domiciliar

Kirill Serebrennikov é acusado de desviar fundos públicos

10/05/2018 18h06

Por Thamires Viana

Um grande protesto tomou o tapete do Festival de Cannes nesta quinta-feira (10). O motivo foi a ausência do cineasta russo Kirill Serebrennikov, que está em prisão domiciliar após a denúncia de desvio de fundos públicos. Seu filme, Leto, está na disputa pela Palma de Ouro.

Além de exibirem uma placa com o nome do diretor na entrada do evento, o elenco do longa deixou uma poltrona vazia que estava destinada ao cineasta. 

Protesto no Festival de Cannes

Protesto no Festival de Cannes (Foto: Alberto PIZZOLI / AFP)

A prisão de Serebrennikov aconteceu durantes as filmagens do filme e a pós-produção foi finalizada em sua própria casa. Ele aguarda o julgamento e vem recebendo apoio de diversas estrelas.

Leto aborda a vida de Viktor Tsoi, o astro soviético do rock que teve influências de Lou Reed e David Bowie.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus