Festival de Vitória chega ao fim e Sinfonia da Necrópole é o grande vencedor

Evento reuniu cineastas, produtores, atores e jornalistas na capital do Espírito Santo

17/09/2015 10h31

Por Daniel Reininger

Sinfonia da Necrópole, primeiro longa-metragem solo da paulista Juliana Rojas, foi o grande vencedor do 22º Festival de Cinema de Vitória. O longa levou os prêmios de Melhor Filme e Melhor Interpretação (concedido a todo elenco). Realizada na noite de quarta-feira (16/9) no histórico Theatro Carlos Gomes, no centro de Vitória, a cerimônia revelou os filmes premiados pelo júri técnico e pelo júri popular.

O grande vencedor da noite foi todo filmado em um cemitério de São Paulo e é uma comédia musical com toques de terror. Na história, o aprendiz de coveiro Deodato (Eduardo Gomes) tem dificuldade em se adaptar ao trabalho, mas se anima quando uma nova funcionária chega ao cemitério. Juntos, eles devem fazer o recadastramento dos túmulos abandonados, mas estranhos eventos fazem Deodato questionar as implicações em se mexer com os mortos.

Na Mostra Competitiva Nacional de Curtas, o Melhor Filme foi para À Festa. À Guerra, de Humberto Carrão Sinoti. Iniciado na última sexta-feira (11/9), o Festival de Vitória reuniu cineastas, produtores, atores e jornalistas na capital do Espírito Santo e apresentou uma extensa e variada programação em torno da arte cinematográfica com mostras, debates, lançamentos, oficinas, concursos e homenagens.

Foram mais de 100 filmes, entre curtas e longa, distribuídos em nove mostras competitivas e paralelas. Durante esse período, 25 mil pessoas passaram pelo evento e mais de três mil pelo Theatro Carlos Gomes.

Confira todos os vencedores:

5ª MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE LONGAS

Troféu Vitória de Melhor Filme: Sinfonia da Necrópole, de Juliana Rojas.

Troféu Vitória de Melhor Direção: Allan Ribeiro pelo filme Mais do Que eu Possa me Reconhecer.

Troféu Vitória de Melhor Roteiro: André Novais Oliveira pelo filme Ela Volta na Quinta.

Troféu Vitória - Melhor Interpretação: Elenco do filme Sinfonia da Necrópole, de Juliana Rojas;

Troféu Vitória - Melhor Contribuição Artística: Nervos de Aço, de Maurice Capovilla;

Troféu Vitória - Melhor Filme pelo Júri Popular: As Fábulas Negras, de Rodrigo Aragão, Joel Caetano, Petter Baiestorf e José Mojica Moriz.

Menção Honrosa para o elenco de Ela Volta na Quinta, de André Novais Oliveira.

19ª MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE CURTAS

Troféu Vitória - Melhor Filme: À Festa. À Guerra, de Humberto Carrão Sinoti.

Troféu Vitória - Melhor Direção: Nathália Tereza, pelo filme A Outra Margem.

Troféu Vitória - Melhor Fotografia: Henrique Sales, pelo filme À Festa. À Guerra, de Humberto Carrão Sinoti.

Troféu Vitória - Melhor Roteiro: Gabriel Perrone, pelo Planície, de Gabriel Perrone.

Troféu Vitória - Melhor Concepção Sonora: À Festa. À Guerra, de Humberto Carrão Sinoti.

Troféu Vitória - Melhor Montagem: Leonardo Sette, Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, por A Copa do Mundo no Recife, de Kleber Mendonça Filho.

Troféu Vitória - Melhor Direção de Arte: Fabiola Bonofiglio, por Tarântula.

Troféu Vitória - Melhor Atriz: Eduarda Samara, por sua atuação em Sem Coração, de Nara Normande e Tião.

Troféu Vitória - Melhor Ator: Pepa Quadrini, por sua atuação em A Outra Margem, de Nathália Tereza.

Troféu Vitória - Prêmio Especial do Júri: Até a China, de Marcelo Marão.

Troféu Vitória - Melhor Filme pelo Júri Popular: Alguns Tritões, de André Ehrlich Lucas.

Menção Honrosa para Alguns Tritões, de André Ehrlich Lucas.

PREMIAÇÕES EXTRAS:

Prêmio do Canal Brasil de Curtas-Metragens: Eu Quero ser Arrebatada, Amordaçada e, nas Minhas Costas, Tatuada, de Andy Malafaia

Prêmios da Cinecolor, Mistika, DOT, CiaRio e Link Digital: para À Festa. À Guerra, de Humberto Carrão Sinoti, o Melhor Filme pelo Júri Técnico;

4ª MOSTRA FOCO CAPIXABA

Troféu Vitória - Melhor Filme: Dinossauros, de Eduardo Madeira.

Menção Honrosa para Insular, de Tati W. Franklin.

5ª MOSTRA QUATRO ESTAÇÕES

Troféu Marlene - Melhor Filme para Nova Dubai, de Gustavo Vinagre;

Menção Honrosa para o elenco e para o diretor de Sailor, de Victor Ciriaco.

4ª MOSTRA CORSÁRIA

Troféu Vitória sem ordem de classificação para os filmes "A Casa Sem Separação", de Nathália Tereza; "Sem Título # 1: Dance of Leitfossil", de Carlos Adriano; e "De Terça pra Quarta", de Victor Costa Lopes.

Menção Honrosa para Javaporco, de Leandro das Neves e Will Domingos pelo conjunto da obra e pelasa experimentações propostas.

16º FESTIVALZINHO DE CINEMA

Troféu Vitória - Melhor Filme pelo Júri Popular: A Culpa é do Neymar, de João Ademir.

2ª MOSTRA OUTROS OLHARES

Troféu Vitória - Melhor Filme pelo Júri Popular: Coisas de Menino, de Bipe Couto e Dayana Cordeiro.

2ª MOSTRA DE ANIMAÇÃO

Troféu Vitória - Melhor Filme pelo Júri Popular: Até a China, de Marcelo Marão.

SESSÃO ESPECIAL BNDES

Troféu Vitória - Melhor Filme pelo Júri Popular: Tempos Idos, de Maurício Rizzo.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus