Frozen: Diretores falam sobre processo criativo

Saiba as diferenças entre o conto de fadas original e a adaptação

27/11/2013 13h57

Frozen - Uma Aventura Congelante, novo filme de animação da Disney, chega aos cinemas dos Estados Unidos neste final de semana em meio a muita expectativa. Em entrevista para o The Hollywood Reporter, Chris Buck, co-diretor do projeto e responsável por sucessos como Tarzan e Tá Dando Onda, comentou sobre o processo de criação do roteiro do filme.

Baseado livremente no conto de fadas A Rainha da Neve, do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, Buck contou que os roteiristas tomaram algumas liberdades. "Nós sentimos que poderíamos tirar licença para criar algo mais atemporal e oportuno". 

As primeiras ideias apareceram há cinco anos. No original, a história é protagonizada por Greta e Kai. Amaldiçoado, Kai passa a ver o mundo de maneira negativa e o reino é salvo pelo otimismo de Greta.

Já em Frozen, a antagonista é Elsa, uma jovem menina que é paralisada pelo medo e torna o reino norueguês de Arendelle um lugar gelado e frio. O medo a faz perder o controle e se distanciar de todos os que ama, incluindo sua própria irmã, Anna. É dessa relação familiar que sai a chave para salvar todo o reino.

Jennifer Lee (co-diretora e uma das responsáveis por outro sucesso da Disney, Detona Ralph) acredita que a mudança foi acertada. "Hoje, a negatividade pode ser exemplificada pelo medo, esse tema é muito oportuno", explicou. "Nós assistiamos ao noticiário todos os dias e vemos o quão assustador é... Nós usamos o medo como uma desculpa para fazer as coisas e nós fazemos escolhas por medo."

Frozen - Uma Aventura Congelante chega aos cinemas brasileiros em 3 de janeiro.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus