Guardiões da Galáxia 3: Roteiro de James Gunn ainda pode ser usado pela Disney

Após demissão, diretor estaria sendo procurado por produtoras rivais

08/08/2018 18h00

Por Juliana Varella

Após a polêmica envolvendo antigos tuites do diretor James Gunn e sua consequente demissão do filme Guardiões Da Galáxia Vol. 3, atores e fãs vieram a público defender o cineasta, criando uma situação delicada para a Walt Disney – que pode ter se precipitado na decisão de cortar relações com o artista e desagradado parte do público de uma de suas franquias mais importantes.

Porém, informações publicadas pelo site The Hollywood Reporter sugerem que a marca ainda pode aproveitar o roteiro já escrito por Gunn, mantendo assim pelo menos a identidade dos filmes e dos personagens intocada. A matéria ainda revela que o diretor vem sendo procurado por outros grandes estúdios e que pode receber uma compensação de US$ 7 a 10 milhões por sua saída brusca da empresa.

Em meados de julho, um site conservador trouxe de volta aos holofotes um conjunto de tuites contendo piadas de gosto duvidoso publicadas por Gunn entre 2008 e 2011. A notícia provocou a demissão imediata do diretor, gerando reações acaloradas pelas redes sociais. Dave Bautista, ator que interpreta Drax na franquia, chegou a dizer que não gostaria de continuar na saga sem a participação de Gunn. Guardiões da Galáxia 3 tem previsão para estrear em 2020.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus