Harvey Weinstein é processado em R$ 32 milhões por produtora assediada

Alexandra Canosa diz que foi assediada por anos pelo executivo

24/12/2017 10h09

Por Iara Vasconcelos

As denúncias contra Harvey Weinstein começam a surtir efeito. O produtor e sua empresa, a The Weinstein Company, estão sendo processados em R$ 32 milhões por uma das mulheres assediadas por ele.

Alexandra Canosa, produtora da série Marco Polo, produzida pela companhia de Weinstein, afirmou que foi atacada diversas vezes pelo executivo nos anos em que trabalhou com ele. 

Os advogados de Canosa concederam uma entrevista para o The Wrap e falaram sobre o caso: "Weinstein ameaçou nossa cliente e falou que se ela não atendesse as suas demandas ou contasse sobre os assédios para alguém, seu emprego e reputação estariam em risco".

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus