Homem-Aranha: Foco do estúdio é o filme solo, diz presidente da Marvel

Filme do cabeça de teia estreia em 28 de julho de 2017

30/09/2015 12h39

Por Daniel Reininger

O presidente da Marvel, Kevin Feige, voltou a falar sobre a entrada do Homem-aranha no Universo Cinematográfico da Marvel e ainda deu detalhes de Capitão América 3: Guerra Civil.

"Fazer esse acordo [com a Sony] foi ótimo. Tem algo muito pessoal em fazer filmes como esse e isso significa muito, afinal podemos fazer grandes coisas com o Homem-Aranha. Acho que o personagem pode servir a um propósito maior no nosso universo, que é onde ele pertence. É isso que o torna único nas histórias em quadrinhos: ele não é o único super-herói do mundo, mas é um tipo totalmente diferente quando comparado aos outros no universo da Marvel na época", disse o executivo durante a divulgação do DVD de Vingadores: Era De Ultron, segundo o Comic Book Movie.

A volta do personagem era algo muito desejado pelo estúdio. "Esse era nosso sonho há muito tempo, mas sempre tivemos outros planos de contingência. Será que conseguiremos fazer algo com esse ator? Será que vamos conseguir os direitos de determinado personagem? Se sim, ótimo, faremos isso. Se não, temos essa opção. Sempre trabalhamos com as várias linhas do tempo disponíveis e estávamos prontos para mudar, caso algo acontecesse." 

Feige falou também sobre a participação do Homem-Aranha em Capitão América: Guerra Civil. "A coisa toda não é sobre quando ele aparece, mas o que ele faz uma vez que está no meio de tudo isso", afirmou.

Ele ainda ressaltou a importância do filme solo do personagem, que será interpretado por Tom Holland. "O ponto mais importante é relançar o Homem-Aranha como protagonista de seu próprio filme, com uma história que se encaixe nesse universo. Esse é o trabalho número um para nós... A conexão é ótima, mas não dirige o trem", revelou.

+ Conheça o novo Homem-Aranha do cinema

Feige ainda falou sobre a quantidade de heróis em Capitão América 3. "Existem muitos personagens, como em O Soldado Invernal, mas o filme é singular e relativamente simples. Guerra Civil segue o mesmo caminho. Acho que isso é algo que os diretores [Joe e Anthony Russo] se orgulham e nossos roteiristas Chris Markus e Steve McFeely são excelentes para criar somente o necessário para cada personagem. Eles não têm arcos narrativos enormes, é só o suficiente para marcar sua presença de forma importante, mas essa história simples serve de todas as formas".

+ Razões para ficar animado com Guerra Civil

O filme solo de Homem-Aranha, que não contará uma história de origem e pode ter Kraven, O Caçador como vilão, terá direção é de Jon Watts (Cop Car) e a estreia está marcada para 28 de julho de 2017.

Capitão América: Guerra Civil estreia em maio de 2016.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus