How To Get Away With Murder: Relembre cinco momentos impactantes

A série protagonizada por Viola Davis chegou ao seu fim em maio

19/05/2020 16h00

Por Alexandre Dias

How To Get Away With Murder definitivamente é uma das séries modernas que sabe como utilizar cliffhangers (gancho para as próximas temporadas) e plot twists (reviravoltas) como poucas. Essa característica não existe apenas pela temática propícia, mas também pela sua estrutura. 

A trama traz uma advogada e professora de direito que escolhe cinco alunos como aprendizes. No entanto, a história mergulha em intrigas familiares, políticas e diversos crimes, o que faz também todos colocarem a própria moral em discussão. 

A protagonista da série é Viola Davis, a Amanda Waller de Esquadrão Suicida. A criação de How To Get Away With Murder é de Peter Nowalk, um dos produtores de Grey's Anatomy

A produção se encerrou na sexta temporada, que teve o seu último episódio exibido nos Estados Unidos na última semana. Em todos os outros anos até então, sem exceção, a série trouxe momentos chocantes que explodiram as cabeças dos espectadores.

Vamos relembrar os cinco principais deles, que podem ser vistos na Netflix enquanto a sexta temporada não chega ao Brasil:

Cuidado com os spoilers! 

Primeira temporada

Frank em cena de How to Get Away With Murder

Todo começo de temporada há um fato chocante exibido, que só tem continuidade após alguns episódios que mostram os acontecimentos que levaram determinada ação a ocorrer. A abertura da série poderia ocupar a posição de momento chocante máximo, pois traz nada menos que a movimentação dos estudantes depois do acidente que matou Sam (Tom Verica), o marido de Annalise (Davis).

Porém, não há como competir com a última cena da temporada: a revelação de que o guarda-costas e assistente de Annalise, Frank (Charlie Weber), assassinou uma estudante universitária, caso que movimenta a história desde o princípio. Além de ser impactante por si só, a ação de Frank tem um pano de fundo gigantesco, especialmente com Sam. 

Segunda temporada

Viola Davis como Annalise Keating em How To Get Away Wiht Murder

Wes (Alfred Enoch) é o grande protagonista e líder moralista do grupo de estudantes. Desde que surge na trama, há a sensação de que tem uma relação com Annalise mais profunda do que a de professor e aluno, o que a segunda temporada consolida. 

A mãe de Wes morreu por conta de um antigo caso de Annalise e a advogada recebeu o pedido dela de cuidar do garoto no passado, motivo que a fez olhar ele de longe. Além disso, o caso de justiça com o empresário Wallace Mahoney (Adam Arkin) - o suposto pai de Wes até esse momento - também culminou na morte do filho que Annalise esperava. 

Terceira temporada

Cena de How To Get Away With Murder

Desta vez, o fato mais impactante da temporada é o mistério do primeiro episódio. Ao melhor estilo Game of ThronesHow To Get Away With Murder também optou por matar um dos seus personagens principais: Wes.  

Além de impactar ainda mais a dinâmica interna do grupo de alunos com Annalise e os seus funcionários, a morte do jovem influencia o cliffhanger do último episódio, que traz a relação da família de Laurel (Karla Souza) - uma das estudantes da equipe - com o crime.

Quarta temporada

Cena de How To Get Away With Murder

Esta temporada contém a cena mais tensa da série até então, que não se refere necessariamente às intrigas principais da trama. O momento é quando Annalise salva o bebê recém-nascido prematuramente de Laurel em um elevador. 

A cena é absolutamente angustiante, desde quando a advogada tenta alcançá-lo através da grade do elevador até quando ela começa a reanimá-lo. O ato é eficaz no roteiro, pois estabelece a relação de afeto entre Annalise e Laurel e seu filho, que na próxima temporada continua a ser mostrada. 

Quinta temporada

Cena de How To Get Away With Murder

A disputa de momento mais impactante nesta temporada é extremamente acirrada. O final da temporada com o sequestro de Laurel e o seu bebê poderia assumir esse posto, mas mais uma vez o mistério principal instigado no primeiro episódio consegue essa posição. 

O fato é o assassinato do promotor Ron Miller (John Hensley) feito por Nate (Billy Brown). Esse último, junto de Wes, também era um dos personagens mais moralistas da trama e apesar de ajudar Annalise ilegalmente em alguns momentos, sempre a confrontou quando necessário. Portanto, vê-lo se descontrolar daquele jeito foi assustador, ação que também deu mais intensidade ao trauma da morte do seu pai. 

Veja o trailer da sexta temporada:

Veja também: Saiba tudo sobre a distopia de The Handmaid's Tale


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus