Isao Takahata, cineasta japonês e fundador do Studio Ghibli, morre aos 82 anos

Seus trabalhos mais conhecidos são Túmulo dos Vagalumes e o recente O Conto da Princesa Kaguya

06/04/2018 10h10

Por Thamires Viana

Isao Takahata, co-fundador do Studio Ghibli e diretor de Túmulo dos Vagalumes, morreu aos 82 anos. Takahata era um diretor reverenciado por si só, comandando clássicos do anime. Recentemente dirigiu O Conto da Princesa Kaguya, que recebeu elogios universais e ganhou uma indicação ao Oscar de Melhor Longa-Metragem.

A carreira de Takahata começou no início dos anos 1960, quando trabalhou tanto na indústria cinematográfica quanto na televisão no Japão, sua terra natal. Além de dirigir, ele também trabalhou como animador, roteirista e produtor, com seu crédito final no aclamado A Tartaruga Vermelha, de Michaël Dudok.

Entre seus muitos outros prêmios, Takahata recebeu o prêmio Lifetime Achievement do Locarno Film. Festival em 2009.

Túmulo dos Vagalumes continua sendo seu trabalho mais conhecido e respeitado, muitas vezes aparecendo no topo da lista dos maiores - e mais tristes - filmes de animação de todos os tempos.

A causa de morte ainda é desconhecida, mas de acordo com o site Indiewire, o diretor estava com problemas cardíacos desde o ano passado.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus