James Cameron lança Avatar em DVD e floresta brasileira pode aparecer em continuação

11/04/2010 20h58




















Fãs de James Cameron: a boa notícia é que, após 17 semanas em cartaz, Avatar, maior arrecadação da história do cinema com mais de US$ 2,7 bilhões, será lançado em DVD e Blu-ray, no Brasil, em 22 de abril.

O diretor, acompanhado dos atores Sigourney Weaver e Joel David More, além do produtor Jon Laudau, estiveram no país e conversaram com a imprensa na tarde deste domingo (11/04). Quem esperava uma edição repleta de extras e featurettes vai ter de aguardar até novembro.

“Serão três etapas de lançamento”, afirmou Landau. A primeira, que começa em 11 dias, conterá apenas o filme, sem extras - a Fox afirma disponibilizar 350 mil cópias em DVD e 20 mil em Blu-ray. Em novembro, um box com bastidores, documentário sobre as duas viagens do cineasta ao Brasil e 35 minutos de cenas deletadas irá às vendas. “Esta é uma versão para fãs, que não se importam de assistir a algo com maior duração”. Por último, virá uma versão em 3D, mas a data de lançamento depende do andamento do mercado na fabricação de televisões com essa tecnologia.

Falando sobre a terceira dimensão, Cameron comentou o crescimento de filmes lançados dessa maneira. “A televisão em 3D é que vai mostrar à indústria cinematográfica que é possível e fácil filmar sem conversões.” Cameron ainda criticou a conversão de imagens que tem sido feita de forma rápida e ainda fez uma declaração polêmica: “Eu não vi Fúria de Titãs, mas dizem que em 3D não é tão bom e é preferível assisti-lo em 2D." “O 3D é um processo criativo e a decisão tem de ser do cineasta, não do estúdio”, frisou Landau.


Ficção científica e natureza

Sigourney Weaver falou sobre a importância da ficção científica no cinema, exercendo o papel de estimular a imaginação e explorar a investigação do que é o ser humano. “Avatar é um exemplo de que podemos levar a mensagem de que estamos destruindo a natureza sem ao menos conhecê-la”, afirmou a atriz, que considera a produção de Cameron um grande filme, para além dos altos números de bilheteria.

Weaver ainda comentou que esta é a primeira vez em que ela participa de um filme de ficção científica no qual os humanos é que são os vilões. “Acho que isso é um alerta, especialmente ao Brasil, um país lindo e rico. Temos a oportunidade de fazer as coisas de modo diferente e o Brasil pode assumir a liderança desta nova era do mundo.”

Cameron compartilha esta ideia da atriz e acredita que a produção pode ser bem útil para uma discussão abrangente: “Não sei até onde pode conscientizar, mas o filme pode pôr o assunto em debate. Um filme tem de atrair público, entreter e provocar reflexão.”

Sequência

Cameron fez poucos comentários a respeito de Avatar 2, entre eles sobre a possibilidade de parte do filme ser filmada no Brasil. “Todas as imagens [de Avatar] foram geradas no computador, mas essas visitas ao Brasil nos fez perceber que existe a possibilidade de uma dessas florestas fazerem parte da fotografia da sequência do longa.” Outro ponto discutido – ou melhor, despistado – foi sobre a presença da personagem de Weaver. [atenção: spoiler]” Você nunca morre num filme de ficção científica, sempre há chances de voltar.”

Desafios de atuação

Weaver e David More falaram sobre os desafios que a tecnologia 3D propôs às atuações. Para ambos, não houve problemas e eles puderam se soltar, sem preocupações com fatores externos. “Não precisamos nos preocupar com luz, com cabelo, com maquiagem ou ‘ui, eu sou uma diva!’”, brincou More.

“Como no teatro”, comparou Cameron, que ainda afirmou que a maior dificuldade foi atuar sem cenário. “Agora que chegamos no topo em questões tecnológicas, só temos que contar uma boa história e nos divertir nos próximos filmes”, finalizou o diretor.

*Colaboração de Heitor Augusto


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus