Jim Carrey não será julgado por morte da ex-namorada

Família de Cathriona White acusava o ator de ter fornecido os medicamentos que a levaram a ter uma overdose

01/02/2018 10h45

Por Iara Vasconcelos

Segundo o site Hollywood Reporter, Jim Carrey não será mais julgado pelo caso de suicídio de sua ex-namorada, Cathriona White, em 2015.

O comediante estava sendo apontado pela mãe e pelo marido da moça, Mark Burton, como responsável por ter fornecido os medicamentos que a levaram a ter uma overdose mesmo sabendo de seu estado mental. Carrey ainda teria transmitido três tipos de DST para a ex-companheira e é acusado de tê-la ofendido por diversas vezes, agravando a sua depressão.

A publicação afirma que o caso foi arquivado pela justiça, mas nenhuma das duas partes se pronunciou a respeito do assunto ainda. Também não se sabe se a família de White pretende recorrer da decisão.

 

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus