Kung Fu Panda 2 permanece na liderança das bilheterias brasileiras

As estreias que se destacaram no fim de semana foram Meia Noite em Paris e Mamonas pra Sempre

21/06/2011 10h17

A animação Kung Fu Panda 2 iniciou sua segunda semana em cartaz na liderança do ranking brasileiro. O filme passou a marca de R$ 17 milhões, levando mais de 1,5 milhão de espectadores às salas nacionais. A aventura, que traz o panda lutador Po, dublado por Jack Black (As Viagens de Gulliver), e que conta também com Angelina Jolie (Salt) e Jackie Chan (Karate Kid) no elenco, continua em 657 salas brasileiras.

Meia Noite em Paris, novo filme de Woody Allen (Você Vai Conhecer o Homem dos Sonhos) estrelado por Owen Wilson (Passe Livre) e Rachel McAdams (Uma Manhã Gloriosa), estreou na quinta posição, mesmo estando em menos de cem salas. A outra novidade da semana que conseguiu se destacar na lista foi Mamonas pra Sempre, documentário sobre a banda-fenômeno Mamonas Assassinas, cujos integrantes morreram em 1996 após trágico acidente de avião, interrompendo repentinamente o sucesso estrondoso do grupo. O longa nacional, exibido em 34 salas, ficou em nono lugar.

O destaque de longevidade ficou para Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio, que continua divertindo o público após sete semanas em cartaz. A produção, que conta com Vin Diesel (Velozes e Furiosos 4) e Dwayne Johnson (Rápida Vingança), foi vista por mais de 3,5 milhões de espectadores e rendeu R$ 32,8 milhões ao estúdio Universal.

Confira a seguir os dez filmes mais bem-sucedidos do fim de semana no Brasil:

1. Kung Fu Panda 2 - R$ 5,1 milhões
2. X-Men: Primeira Classe - R$ 2,5 milhões
3. Se Beber, Não Case! Parte II - R$ 2,3 milhões
4. Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas - R$ 1,8 milhão
5. Meia Noite em Paris - R$ 1,5 milhão
6. Qualquer Gato Vira-Lata - R$ 1,2 milhão
7. Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio - R$ 267 mil
8. Namorados para Sempre - R$ 176 mil
9. Mamonas pra Sempre - R$ 66 mil
10. Minhas Tardes com Margueritte - R$ 32 mil

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus