Lars von Trier nega ter assediado Björk

Através de seu porta-voz, diretor comenta declaração da cantora

18/10/2017 15h56

Por Iara Vasconcelos

No último final de semana, a cantora Björk revelou que foi assediada pelo diretor Lars Von Trier quando trabalharam juntos no drama Dançando No Escuro - pelo qual concorreu ao Oscar.

 "Quando eu desviei do diretor repetidamente, ele atacou e me castigou, criando para sua equipe uma impressionante rede de ilusão onde eu estava emoldurada como uma moça difícil. Por minha força, minha ótima equipe e porque não tinha nada a perder, afastei-me e me recuperei dentro de um ano", disse.

Entretanto, o cineasta veio a publico para negar o ocorrido. Através de seu porta-voz, Trier afirmou ao jornal dinamarquês Jylannds Posten que ficou surpreso com a declaração: "Eles tiveram muitos atritos no set, mas acredito que todos fomos vítimas. Na verdade, essa mulher era mais forte que Lars, eu e nossa companhia juntos".

Vale lembrar que Dançando no Escuro foi o primeiro longa-metragem da carreira da cantora islandesa e foi amplamente aclamado, chegando a receber a Palma de Ouro no Festival de Cannes e ser indicado ao Globo de Ouro e ao Oscar.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus