Leonardo DiCaprio irrita governo da Indonésia ao defender meio ambiente

O ator é um grande ativista ambiental

02/04/2016 15h23

Por Daniel Reininger

O vencedor do Oscar de Melhor Ator em 2016, Leonardo Dicaprio irritou o governo da Indonésia e pode ser deportado do país. O ator teria feito críticas à indústria local de óleo de palma, denunciando como ela prejudica o meio-ambiente.

O ator é um grande ativista ambiental e passou pela nação asiática essa semana, onde se reuniu com defensores ambientais empenhados em proteger o habitat da floresta tropical de Leuser, na ilha de Sumatra, que sofre grande desmatamento.

Na sua conta no Instagram, DiCaprio publicou uma foto ao lado de ativistas do Parque Nacional Leuser e disse que a "plantação de palma está fragmentando a floresta e reduzindo os caminhos migratórios dos elefantes, tornando mais difícil para esses animais e sua famílias encontrarem fontes adequadas de comida e água".

A visita foi motivada pelo projeto de criar um "um mega santuário da fauna" do parque, através da ONG do norte-americano, a Leonardo DiCaprio Foundation. Já o governo da Indonésia não gostou nada da Denúncia e afirmou que ao jornal Republika que "se ele estiver na Indonésia participando de atividades de atrapalham a ordem pública e que ferem os interesse do país, autoridades estarão prontas para deportá-lo".

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus