Luke Cage: Tudo o que acontece na série da Marvel para Netflix (com spoilers)

Série promete fisgar fãs de Jessica Jones

30/09/2016 04h01

Nesta sexta-feira (30), a Netflix lança a primeira temporada de Luke Cage. O personagem deu o que falar em sua participação em Jessica Jones e com a sua série solo não será diferente. A produção conta a origem de seus poderes e ainda nos apresenta outros personagens que podem se unir ao herói urbano na tentativa de deixar o Harlem um lugar livre dos vilões. Abaixo contaremos tudo o que você pode esperar dos sete primeiros episódios. Mas, cuidado, o texto contém spoilers.

+ Leia a nossa crítica sem spoilers se preferir

Logo de cara, somos apresentados ao lado humano de Cage (Mike Colter), um ex-detento que ganha a vida se dividindo em dois empregos. O personagem não parece muito disposto a mudar o rumo de sua rotina, nem mesmo quando se trata de um relacionamento amoroso. Mas, ao conhecer Mercedes (Simone Missick), a sua vida muda completamente. Sem saber a verdadeira identidade da moça, ele acaba entrando em um emaranhado de acontecimentos criminosos que farão com que ele precise optar por um lado da briga.

Preocupado com Chico, um dos funcionários da barbearia em que trabalha, e os rumos que ele está dando para sua vida, Cage sem saber está prestes a ficar de cara com um dos maiores vilões do Harlem: Cornell Stokes (Mahershala Ali), dono do bar no qual Luke trabalha e responsável por quase todos os crimes do bairro. Também conhecido como Cottonmouth, ele é um homem sem escrúpulos capaz de passar por cima de qualquer pessoa para conseguir o que deseja, sendo que quase sempre significa dinheiro. E mostrará isso para o seu funcionário da pior forma possível.

Ao descobrir a relação de Cage com as dificuldades que anda enfrentando, Strokes faz uma visitinha até a barbearia de Pop (Frankie Faison), onde o herói trabalha durante o dia. Ele tenta coagir o rapaz de alguma forma quando seus capangas já estão atrás de Chico.

Mas é quando o rapaz tenta se esconder no estabelecimento que a trama dá um verdadeiro salto. Em uma tentativa de acabar de vez com os problemas, os capangas de Cottonmouth, em uma ação precipitada e não arquitetada por seu chefe, metralham o local onde Pop tinha a sua barbearia fazendo com que ele acabe falecendo. Eles não podiam contar, no entanto, que Cage fosse à prova de tiros e saísse daquela cena ainda mais disposto a se vingar.

Luke Cage

Luke Cage e Pop em frente à barbearia onde trabalharam juntos

Falando nos poderes de Cage, estes são apresentados aos poucos, bem como os fatos que o levaram a se tornar um humano geneticamente modificado. Ainda assim, um episódio logo no início da série é dedicado a contar o passado do herói na cadeia e um experimento que era feito nos detentos da época.

Assim como com Cage, os poderes de Misty Knight também são revelados aos poucos. Se antes ela parecia apenas uma detetive com um pouco mais de interesse nos seus casos, não demora muito para que você descubra que, na verdade, ela foi agraciada com o dom de conseguir assistir às cenas dos crimes que investiga. Como sabemos, ela fará parte de Os Defensores, outra produção que reunirá a heroína, Luke Cage, Jessica Jones, Demolidor e Punho de Ferro. Por isso, é tão empolgante já vê-la usando os seus poderes.

Para quem ainda gostaria de ver outros crossovers, talvez seja necessário esperar um pouco mais. Tirando a participação da enfermeira Claire de Demolidor e uma ou outra referência a outros personagens da Marvel, os sete primeiros episódios não contam com outras aparições especiais. Ainda assim, é possível acreditar que a personagem de Rosario Dawson pode crescer na trama, já que ela mesma deixa clara a sua intenção de reunir humanos como Cage para combater o crime (olhas Os Defensores de novo aí!).

Para quem ama uma boa pancadaria, a produção é um prato feito. Cage não tem dó dos seus oponentes e mostra que não está para brincadeira. Mas também devemos dar os devidos créditos para Cornell Stokes, que não tem problemas em fazer o trabalho sujo com as próprias mãos.

Quem gostou de Jessica Jones, com certeza vai se animar com a nova série da Marvel. Aliás, a produção está tão longe dos filmes do estúdio quanto aquela quando o assunto é humor ou tom mais leve. Luke Cage parece algo pensado para o público adulto que gosta dos quadrinhos e está disposto a ver sangue nas telas.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus