Mais um prêmio para Djin Sganzerla, de Meu Nome é Dindi

10/12/2008 17h27

O longa Meu Nome é Dindi recebeu mais um prêmio, desta vez no Brasil. A Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) elegeu Djin Sganzerla, protagonista da trama, a Melhor Atriz deste ano.

Dirigido pelo estreante Bruno Safadi, Meu Nome é Dindi conta a história de Dindi (Djin), jovem dona de uma quitanda à beira da falência no Rio de Janeiro. Ela luta por sua sobrevivência enquanto é perseguida por um agiota e um estranho senhor.

Djin também venceu o prêmio de Melhor Atriz 12ª edição do Festival de Cinema Luso-Brasileiro, que ocorreu na cidade de Santa Maria da Feira (Portugal) entre os dias 29 de novembro e 7 de dezembro.

A votação aconteceu nesta segunda-feira (8/12) no Sindicato dos Jornalistas do Estado de S. Paulo e elegeu os longas Linha de Passe, de Walter Salles e Daniela Thomas, e Serras da Desordem, de Andréa Tonacci, os melhores do filmes do ano.

Faziam parte do júri o crítico do Cineclick Celso Sabadin, Luciano Ramos, Luiz Carlos Merten, Luiz Zanin, Maria do Rosário Caetano, Neusa Maria Barbosa, Orlando Margarido, Walter Cezar Addeo.

Veja os melhores do cinema de 2008, segundo a APCA:

Prêmio Especial do Júri: Pan-Cinema Permanente, de Carlos Nader
Melhores Filmes: Linha de Passe, de Walter Salles e Daniela Thomas, e Serras da Desordem, de Andrea Tonacci
Melhor Atriz: Djin Sganzerla, por Meu Nome é Dindi
Melhor Ator: Gustavo Machado, por Olho de Boi
Melhor Roteiro: Falsa Loura, escrito por Carlos Reichenbach
Melhor Montagem: No País dos Generais, por Carlos Prates Castelar e Nelson Dantas

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus