Milagre na Cela 7: Confira cinco motivos para ver o filme

O longa turco garante fortes emoções!

02/04/2020 12h47 (Atualizado em 29/04/2020 15h22)

Por Alexandre Dias

Milagre Na Cela 7 é um dos últimos grandes filmes da Turquia. Lançado em 2019, o longa está disponível no catálogo da Netflix, portanto é uma das principais pedidas atuais na plataforma de streaming

A trama conta a história de um pastor com deficiência intelectual, que acabou por ser incriminado injustamente pela morte da filha de um comandante do exército turco. 

O drama é carregado de muita emoção como o gênero propõe, porém é muito mais do que uma história feita para causar o choro. Assim, listamos cinco motivos para você não perder o longa e vê-lo durante a quarentena

Aula de história

O longa se passa na década de 1980 e traz um panorama histórico da Turquia da época. Mais do que relembrar o passado, esse contexto é ligado logo no início da trama aos dias atuais, sendo assim muito importante para entender a política local da nação e em relação a outros países. 

Vale ressaltar que o foco da história é no pai incriminado e sua filha, o que deixa as explicações da sociedade turca desse período rápidas e diretas. Todos vão conseguir compreender, mas a pesquisa externa por mais detalhes, seja antes ou depois de ver o filme, pode ajudar ainda mais no entendimento de algumas questões. 

Discussão humana

Um dos principais aspectos discutidos no filme é a pena de morte. Apesar da sentença não existir mais no país, a violência por trás dela gera um forte debate sobre a humanidade de determinadas pessoas. 

Porém, a moral humana é abordada desde as características individuais de cada indivíduo até a formação de uma lei que coloque isso em prática. Os prisioneiros e o diretor daquela instituição são bons exemplos da discussão do que é ter uma boa índole, pois há um certo trânsito de emoções neles - e o contraponto presente no comandante, por exemplo, que é totalmente conservador nas suas atitudes, ajuda nesse desenvolvimento. 

Atuações incríveis

Há um time de atores extenso em Milagre Na Cela 7, no entanto não há como não destacar a dupla protagonista. A dinâmica entre Aras Bulut Iynemli (Memo) e Nisa Sofiya Aksongur (Ova) é singular, de modo a trazer o espectador para a interação única dos dois. 

A menção de Ilker Aksum também é válida. No papel do representante da Cela 7, a sua pose de durão sensível cativa o público, além do próprio Memo

Trama dinâmica

O longa tem 2h12 de duração e é um drama intenso, mas o diretor Mehmet Ada Öztekin conseguiu atribuir praticidade à história. Cada cena tem o seu acontecimento essencial e não se prolonga - com exceção do último ato, que utiliza de uma licença poética justa. 

Muito dessa dinâmica também se deve ao roteiro de Özge Efendioglu e Kubilay Tat, que tem diálogos diretos e interações pontuais entre os personagens. 

Fortes emoções

Os fãs de um bom drama tem aqui um prato cheio. O filme se garante nas suas cenas emotivas e não desperdiça as atuações intensas ou a trilha sonora pesada. 

Além disso, há também muitos momentos engraçados na história, sem falar na tensão. Portanto, não estamos diante de uma obra unidimensional. 

Veja também: 

Confira razões para começar a assistir Doctor Who no streaming

Psicopata Americano: Confira quatro motivos para ver o filme

O Poço: Motivos para ver o terror que vem dando o que falar


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus