Morre a atriz sueca Ingrid Thulin

08/01/2004 17h37

Ingrid Thulin, importante atriz do cinema sueco que trabalhou em alguns dos filmes mais famosos de Ingmar Bergman, morreu na quarta-feira aos 74 anos, informou hoje, quinta-feira, a agência de notícias TT.

A carreira cinematográfica de Thulin recebeu um grande impulso após sua participação em uma série de filmes de Bergman e posteriormente estendeu sua atividade no exterior.

Em meados dos anos 70 deixou a Suécia e foi morar em Roma, onde lançou sua carreira internacional como atriz.

Thulin permaneceu na capital italiana até o retorno a seu país natal para receber um tratamento especializado no departamento de oncologia do hospital Karolinska de Estocolmo, no qual morreu.

Em 1982, estreou como diretora com um filme autobiográfico chamado Brusten Himmel.

A atriz escreveu em 1992 um livro de memórias, Naagon jag kaende (nome em sueco), no qual narrou detalhes picantes e também desconhecidos de sua vida pessoal e artística.

Foi casada com o sueco Claes Sylwander entre 1952 e 1955, e entre 1956 e 1989 com o engenheiro e produtor Harry Schein, que dirigiu o Instituto de Cinema da Suécia.

Thulin nasceu em 1929 e estreou em 1957 no filme de Ingmar Bergman Morangos Silvestres.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus