Morre Jacques Rivette, diretor ícone da Nouvelle Vague, aos 87 anos

Cineasta foi crítico da revista Cahiers du Cinéma

29/01/2016 11h29

Por Iara Vasconcelos

O diretor francês Jacques Rivette, um dos grandes ícones da Nouvelle Vague, morreu nesta sexta-feira (29), aos 87 anos. Segundo o "Guardian", o cineasta sofria com o Mal de Alzheimer há anos.

Assim como seus colegas de geração, ele foi crítico da revista especializada "Cahiers du Cinéma". Rivette teve dois curtas, "Aux quatre coins" (1949) e "Le quadrille" (1950), estrelados por Jean-luc Godard. Dentre seus principais filmes estão Paris Nous Appartient, A Bela IntriganteCéline e Julie Vão de Barco, entre outros. Nos anos 50, Rivette foi assistente dos cineastas Jean Renoir e Jacques Becker

O diretor foi premiado no Festival de Berlim, em 1989, pelo longa La bande des Quatre, recebendo o prêmio da Federação Internacional de Críticos de Cinema.

Seu trabalho mais recente nas telonas foi 36 vues du Pic Saint Loup, uma cinebiografia do escritor e pintor francês Raymond Roussel. O longa contou com Jane Birkin e Sergio Castellitto no elenco.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus