Mostra de SP: O Mau Exemplo de Cameron Post é imperdível

Longa é estrelado por Chloë Grace Moretz

31/10/2018 09h45

Por Thamires Viana

"Você está aí para que um dia possa formar uma família". É assim que a tia de Cameron tenta consolar a garota que passa por uma noite de desespero no centro de "cura gay" God's Promise (Promessa de Deus), onde ela foi internada após ser pega aos beijos com a melhor amiga no baile de formatura.

Em O Mau Exemplo De Cameron Post, longa baseado no livro homônimo de Emily M. Danforth e que ainda não tem previsão de estreia no Brasil, a jovem atriz Chloë Grace Moretz dá vida à adolescente de 17 anos que passa por um tratamento para curar sua atração por mulheres, algo que lá é chamado de desvio de personalidade.

Os coordenadores do God' Promise levam aos adolescentes a doutrinação da salvação e sessões de terapia para convencê-los de que aquela atração é fruto de uma doença mental ou de um trauma do passado. Longe da liberdade de ser quem é, Cameron se sente literalmente presa em um lugar onde tentam arrancar sua essência com grupos de conversas e orações diárias. 

A escolha de Moretz para o papel foi certeira. A atriz de norte-americana de 21 anos estrela o drama sem desapontar, trazendo para a personagem uma carga emocional essencial para o decorrer da trama. Durante sua passagem pelo local, Cameron vai amadurecendo, descobrindo seu lugar de resistência no mundo, e junto disso vemos o crescimento da atriz em tela. 

Além disso, é preciso dizer que o filme acerta ao trazer para a tela uma realidade nua e crua sobre o que é ser homossexual, evitando a banalização ou fetichismo do assunto. É que tanto Danforth quanto à diretora Desiree Akhavan são mulheres lésbicas e isso faz toda a diferença na abordagem do tema.

Digo isso pois tratar a temática LGBTQ+ no cinema é algo delicado e que exige responsabilidade. Quem não lembra, por exemplo, da polêmica envolvendo o filme francês Azul É A Cor Mais Quente, onde o diretor Abdellatif Kechiche usou e abusou das cenas de sexo entre duas mulheres e admitiu durante uma coletiva que a sua intensão era "banalizar o sexo lésbico"? Não há como não ter receio a cada filme sobre a temática que chega aos cinemas.  

Quando o assunto é roteiro, preciso reconhecer que é difícil o trabalho de adaptação de um romance, principalmente por não conseguir trazer todos os detalhes que os livros oferecem ao público. E nisso, o script escrito por Akhavam em parceria com Cecilia Frugiuele falha em não usar o essencial na hora de aprofundar os personagens, principalmente Adam (Forrest Goodluck) e Jane Fonda (Sasha Lane), os dois melhores amigos de Cameron dentro do centro.

Nem mesmo o passado de Cameron, que no livro possui uma história familiar antes da internação, é aprofundado para explicar melhor ao espectador quais eram os planos da garota após o baile de formatura. Dessa forma, mesmo que criemos simpatia pela jovem, ainda fica uma dúvida em saber quem de fato ela é.

Ainda assim, garanto que após assistir O Mau Exemplo De Cameron Post você também vai achar que este é um filme para sair do cinema totalmente impressionado e satisfeito!

Nota: 8

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus