Motivos para ver Morto Não Fala, novo terror nacional

Longa estrelado por Daniel de Oliveira e Bianca Comparato estreia no dia 10 de outubro

08/10/2019 14h03

Por Thamires Viana

Morto Não Fala, terror brasileiro estrelado por Daniel De Oliveira e Bianca Comparato, chega aos cinemas nesta quinta-feira, dia 10 de outubro. Trazendo o grotesco como seu ponto de partida, o longa acompanha a vida de Stênio (Daniel), um plantonista noturno de um necrotério em São Paulo que tem o dom de se comunicar com os mortos.

Separamos três motivos para conferir o longa nos cinemas:

1 - Diferente de tudo o que você já viu no cinema nacional 

Daniel de Oliveira como Stênio em Morto Não Fala



É comum que filmes nacionais apostem em comédias ou dramas, mas nem sempre você encontrará em cartaz filmes que encarem o gênero do terror. No longa de Dennilson Ramalho, o horror se faz presente em cada minuto. Além de trazer o gore como plano de fundo, Morto Não Fala também insere o terror sobrenatural para deixar tudo ainda mais sinistro e interessante.

2 - É realista e com críticas sociais importantes  

Cena de Morto Não Fala

Embora seja um terror com cenas apavorantes, o longa traz um realismo impressionante quando se trata da violência nas grandes cidades brasileiras. A trama é baseada nos contos do jornalista Marco Castro e apresenta de forma profunda temas como traição, violência urbana, tráfico de drogas e vingança, tudo isso costurado ao sobrenatural.

3 - Elenco entrosado e confiante nas atuações  

Cena de Morto Não Fala

Por ser um gênero ainda pouco explorado no Brasil, o terror pode ser um terreno desconhecido para alguns atores. No entanto, em Morto Não Fala a equipe que compõe o elenco garante ótimas atuações e consegue apavorar quem está do outro lado da tela. Além de Daniel De Oliveira, que se entrega completamente a Stênio, as atrizes Fabiula Nascimento e Bianca Comparato também se aprofundam em suas personagens e trazem cenas arrepiantes ao longa. 

Morto Não Fala chega aos cinemas em 10 de outubro

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus