Mulher-Maravilha: Depois do Líbano, Tunísia suspende exibição do longa

Filme estreou dia 1 de junho no Brasil

07/06/2017 17h08

Depois do Líbano, foi a vez da Tunísia cancelar a exibição de Mulher-maravilha no país. O motivo da suspenção foi exatamente o mesmo: a nacionalidade de Gal Gadot, que nasceu em Israel.

De acordo com a Variety, o longa dirigido por Patty Jenkins, chegou a ser lançado, porém foi suspenso na última segunda-feira, a pedido da Associação dos Jovens Advogados da Tunísia, argumentando que a atriz é uma sionista exemplar

Além de Gal, o elenco conta com Chris Pine como Steve Trevor, Connie Nielsen no papel de Rainha Hipólita, Elena Anaya interpretando Doutora Veneno, Lucy Davis como Etta Candy e Robin Wright no papel de Antiope.

Mulher-maravilha estreou dia 1 de junho no Brasil.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus