O cinema dá adeus a Gregory Peck

12/06/2003 16h07

O cinema dá adeus a um de seus atores mais populares. Morreu hoje aos, 87 anos, em sua casa em Los Angeles, o ator Gregory Peck.

"Ele morreu em paz ao lado de sua mulher Veronique, com quem esteve casado por 48 anos", disse o porta-voz Monroe Friedman à Reuters.

Peck ganhou o Oscar de Melhor Ator por seu papel de advogado no filme O Sol é para Todos, de 1962 - interpretação que também lhe rendeu, recentemente, o título de Maior Herói pela AFI (American Film Institute).


Uma longa e prolífica carreira

Gregory Peck nasceu em La Jolla (Califórnia), em 5 de abril de 1916. Não quis ser farmacêutico como o pai e tentou o teatro na Broadway, de onde passou para quatro estúdios diferentes - coisa rara na época - porque não queria ser exclusivo de nenhum.

Foi apontado "o mais completo ator do cinema norte-americano" por Jane Fonda, que o escolheu para estrelar sua produção Gringo Velho (1989). De todos os filmes que fez em seus mais de 40 anos de carreira, seu favorito era um despretencioso faroeste de Henry King, O Matador (1950), hiostória de um pistoleiro que a notoriedade não permitiu que se aposentasse.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus