O Mágico de Oz: Judy Garland foi abusada por anões nas gravações do filme

Ex-marido de atriz relatou episódio em biografia póstuma

08/02/2017 18h24

Por Iara Vasconcelos

O Mágico De Oz é um dos maiores clássicos da história do cinema e consagrou Judy Garland como uma das maiores atrizes de todos os tempos. Mas o que ninguém sabia é que Garland passou por apuros durante as filmagens do musical de 1939.

Segundo The Sun, o ex-marido da atriz, Sid Luft, revelou em um livro póstumo e inacabado, intitulado Judy e Eu: Minha Vida com Judy Garland, que ela foi violentada pelos anões que interpretaram os Munchkins. Na ocasião Garland tinha apenas 16 anos e não teria contado pra quase ninguém.

"Eles achavam que poderiam escapar de qualquer coisa porque eram pequenos. Fizeram da vida de Judy um inferno no set colocando suas mãos por baixo do seu vestido. A maioria deles tinha por volta de 40 anos", diz um dos trechos do livro.

Segundo a publicação, funcionários do Culver Hotel, nos Estados Unidos, chegaram a reclamar do comportamento dos atores, que sempre faziam festas barulhentas e quebravam os quartos onde se hospedavam. A própria Judy chegou a comentar sobre o excesso de bebida alcoolica ingerida por eles durante as gravações: "Eles viviam bebendo e usando drogas noite adentro até a polícia aparecer e pegá-los com redes de borboletas".

Mesmo sem estar completo, o livro será lançado em 1º de março, nos Estados Unidos.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus