O Poço: Motivos para ver o terror que vem dando o que falar

Longa espanhol está disponível no catálogo da Netflix

01/04/2020 19h00

Por Thamires Viana

Recém-chegado ao catálogo da Netflix, O Poço, filme de terror dirigido por Galder Gaztelu-Uurrutia, já se tornou um fenômeno da plataforma. Em poucos dias, o longa garantiu o primeiro lugar entre o Top 10 de filmes mais vistos pelo público brasileiro e vem sendo elogiado pela crítica.

Na trama ambientada em uma prisão vertical, os detentos são designados por níveis e forçados a se alimentar da comida que fica em uma plataforma que se move entre os andares, começando de cima. Cansado dos detentos dos andares de cima se alimentarem melhor, um homem decide mudar a situação. 

Separamos três motivos para você conferir a produção espanhola:

1 - Roteiro estruturado e horror na medida certa

Cena de O Poço

Os clássicos filmes de terror costumam trazer jump scares para amedrontar seu público de forma mais eficaz. Em O Poço, o diretor Galder Gaztelu-Uurrutia dispensa essas sequências com os famosos sustos gratuitos para trazer ao público uma tensão que permanece do início ao fim da trama. Essa forma de prender o espectador também pertence ao roteiro de David Desola e Pedro Rivero, sempre coerente e com diálogos inteligentes entre os personagens principais.

2 - Crítica social importante 

Cena de O Poço

Assim como em Nós, filme de Jordan Peele, o longa traz uma crítica social importante, levando o público a discutir sobre um assunto além da trama em si. Com cenas e referências que remetem ao problema social abordado, O Poço insere a crítica em sua história e fazendo o espectador entender sua análise já no decorrer do filme. Sem o menor pudor, o diretor arrisca inserir o gore como um elemento chave para tratar o assunto e não apenas como uma maneira de chocar o público. 

3 - Assim como Parasita, mostra uma ascensão do cinema estrangeiro

Cena de O Poço

Devido a sua excelente trama, o longa já se tornou um grande sucesso da Netflix e isso mostra que o público vem consumindo cada vez mais títulos do cinema estrangeiro. Assim como Parasita, longa sul-coreano vencedor do Oscar de Melhor Filme, O Poço, de nacionalidade espanhola, entra na lista de produções não-americanas que ganham espaço no coração do público e da crítica. 

O Poço já está disponível no catálogo da Netflix.

Veja também: O Poço: Cinco filmes com finais ambíguos como o longa


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus