O Rei Leão: comparamos o live-action com a animação

Longa estreia nos cinemas dia 18 de julho

17/07/2019 09h27

Por Diego Canha

Jon Favreau comentou sobre a pressão que era fazer O Rei Leão e realmente é possível sentir o medo do diretor ao comparar o resultado final entregue com a animação original de 1994.

CAPITÃO ÓBVIO NA ÁREA: SPOILERS ABAIXO

Os responsáveis pelo live-action fizeram esse trabalho ser mais fácil do que deveria. A primeira metade do longa é constituída das mesmas cenas, na mesma ordem e com as mesmas músicas! Então não tem muito segredo, e muito menos spoiler:

Está tudo lá! É possível ver o anúncio de Simba, Mufasa mosrando o reino ao filho, a emboscada no cemitério dos elefantes. A maior diferença está no arranjo das músicas e em como o musical de Simba e Nala enganando Zazu perdeu carisma com o tom realista de Jon Favreau.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tecnicamente o filme impressiona. Muitas vezes parece que você está vendo aqueles documentários do Animal Planet. Porém a falta de feições antropomórficas de O Rei Leão original é muito sentida e provavelmente a maior causa para a falta de carisma.

Zazu foi um dos poucos beneficiados com a adaptação. O calau ganha mais espaço na trama e suas falas estão ainda mais irônicas e certeiras.

A Beyoncé/Nala também ganhou mais tempo de tela e agora é possível ter um pouco da personagem que resolve ser a resistência em um reino destruído por Scar.

Falando no tio de Simba... Ele e as hienas ganharam uma roupagem bem mais assustadora no live-action. Pequenas alterações nas falas desses personagens comparado ao que diziam na animação já deixaram os vilões mais ameaçadores.

Timão e Pumba ganharam versões tão engraçadas quanto na animação. As vozes originais são incríveis e colocam a dupla no patamar que merece. Tem algo parecido com a cena abaixo que é ainda mais hilário que o original:

A canção "Spirit", interpretada por Beyoncé, entra logo após Simba entender quem ele é e sua função na hora de salvar o reino. Essa canção acaba sendo uma das maiores novidades de um longa que optou por ficar muito parecido com a animação.

Eu juro que queria comparar e apontar mais diferenças, mas faltou um tantinho de coragem para Jon Favreau... Infelizmente!

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus