Oscar 2015: Patricia Arquette fica com o prêmio de melhor atriz coadjuvante

Filme Boyhood dá para a atriz conquista seu primeiro Oscar da carreira

22/02/2015 23h52

Patricia Arquette venceu pela primeira vez em sua carreira o Oscar de melhor atriz coadjuvante por seu papel em Boyhood: Da Infância À Juventude, projeto ousado do diretor Richard Linklater que acompanha o crescimento de um garoto durante 12 anos.

Em uma disputa equilibrada, Arquette desbancou nada mais nada menos do que Meryl Streep (Caminhos Da Floresta), detentora de 19 indicações e três Oscars, Emma Stone (Birdman Ou A Inesperada Virtude Da Ignorância), Keira Knightley (O Jogo Da Imitação) e Laura Dern (Livre).

Em Boyhood, ela interpreta Olivia, a mãe de Mason, personagem de Ellar Coltrane. O longa acompanha o garoto, desde a entrada para a escola até a faculdade, e analisa o relacionamento dele com os pais à medida que cresce.

No longa, a atriz mergulha em sua personagem para retratar não apenas as preocupações do dia a dia da vida de Mason, mas também a banalidade da vida e o que a pode tornar mágica e especial e, ao mesmo tempo, comum e insossa.

Com carreira sólida na televisão, Arquette chamou a atenção da crítica no cinema ao participar de Estrada Perdida, do diretor David Lynch. Também esteve presente em Linda e Selvagem onde contracenou com Reese Whiterspoon. Em 2015, também venceu o Globo de Ouro, o Screen Actors Guild Awards (SAG) e o BAFTA.

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus