Oscar 2016: Vaticano elogia vitória de Spotlight

Longa levou duas estatuetas na premiação

01/03/2016 18h36

Por Iara Vasconcelos

O L'Osservatore Romano, jornal oficial do Vaticano, elogiou a conquista da estatueta de "melhor filme" para Spotlight - Segredos Revelados. Segundo a publicação, o filme é "emocionante" e "ajuda a dar voz às vítimas".

"Fica claro que dentro da Igreja há muitas pessoas que estão mais preocupadas com a imagem da instituição do que com a gravidade do ato", disse a  teóloga Lucetta Scaraffia, em artigo publicado no jornal da Santa Sé. "Há confiança em um papa que está continuando a limpeza iniciada por seu antecessor desde que era cardeal".

Entretanto, o jornal disse que o filme poderia ter mencionado as medias que a Igreja adotou para combater a pedofilia na instituição.

Recentemente, o Vaticano fez uma sessão especial e privada do filme. Peter Sanders, ativista de um grupo anti-abuso e membro da comissão, elogiou o filme ao L.A. Times: "É muito preocupante pois mostra que casos de abusos cometidos a igreja católica acabam sendo acobertados, acho que seria um bom momento para o Papa assisti-lo".

Na premiere em Veneza, o diretor Tom McCarthy cobrou mais ação por parte do vaticano: "Eu continuo muito pessimista, mesmo depois de realizar o filme, que as coisas vão mudar. Fui criado como católico, minha família é muito religiosa. Acho que entendo isso até certo ponto, mas palavras são uma coisa e ações são outra. Eu tenho esperanças no Papa Francisco, mas acho que mudanças ainda vão demorar para acontecer, mas acho que vamos esperar para ver". 

Além do Oscar de "melhor filme", Spotlight - Segredos Revelados ainda levou para casa a estatueta de "melhor roteiro original".

Confira tudo o que aconteceu na cerimônia no nosso especial do Oscar.

Veja o trailer de Spotlight:

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus