Oscar 2017: Saiba como aconteceu a confusão de vencedores no final da cerimônia

Assunto virou febre nas redes sociais

27/02/2017 15h42

Por Iara Vasconcelos

Quem acompanhou a cerimônia do Oscar na noite do domingo/madrugada de segunda-feira, e até quem não acompanhou, deve ter ficado confuso com o anúncio do vencedor da categoria "melhor filme".

Tudo começou quando Faye Dunaway e Warren Beatty anunciaram La La Land - Cantando As Estações como o vencedor, algo até então esperado já que o filme era favorito. Diretor, elenco e equipe subiram no palco para fazer os agradecimentos e tudo corria dentro dos conformes. Até que alguém subiu no palco e avisou que tudo não passava de um mal entendido e o vencedor, na verdade, era o drama Moonlight - Sob A Luz Do Luar. Isso deixou todos os presentes chocados:

Oscar

Todo mundo chocado com o que estava acontecendo

Logo, esse se tornou o assunto mais comentado das redes sociais. Warren Beatty tentou se explicar e disse que, ao contrário do que todo mundo estava pensando, ele não estava maluco e o envelope tinha sim o nome de La La Land, entretanto o que estava escrito era: Emma Stone (La La Land).

Aparentemente, a equipe que cuida dos envelopes acabou entregando o errado para ele e provocando toda a confusão. No momento, Beatty pareceu ter dificuldades para entender o que estava escrito, mas no calor do momento anunciou o nome que estava lá, que por sinal era o de um dos concorrentes.

Mas a história ainda não tinha acabado! No backstage, Emma Stone declarou que estava com o envelope com o seu nome o tempo todo. O que poderia ter acontecido então?

Segundo a própria Academia, em comunicado de esclarecimento, duas pessoas são responsáveis pelos envelopes, por tanto existem dois envelopes com o nome dos vencedores de cada uma das 24 categorias, cada um na posse de uma pessoa diferente. O que aconteceu foi que a pessoa responsável por entregar o envelope daquela categoria específica acabou se confundindo.

No final, Moonlight subiu para pegar o seu merecido Oscar e a cerimônia acabou com um climão e Jimmy Kimmel brincando que "nunca mais voltará" para apresentar a cerimônia.

Vale frisar que essa não é a primeira vez que algo do tipo acontece. Em 1964, o vencedor do Oscar de Melhor Trilha Sonora foi anunciado errado pela mesma confusão na entrega de envelopes. Sammy Davis Jr. aunciou a vitória de John Addison por "As aventuras de Tom Jones", mas o verdadeiro campeão era Andre Previn, por "Irma La Douce". Que loucura!

O melhor é que essa não foi a única "gafe" da noite. No segmento "In Memoriam", que homenageia os profissionais da indústria que morreram em 2016, a Academia incluiu a foto e o nome de uma mulher ainda viva. A produtora australiana Jan Chapman afirmou, em comunicado à imprensa, que ficou chocada e triste por ver sua imagem lá e garantiu que continua na ativa. Parece que teremos muitas demissões!

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus