Oscar 2018: Equipe de documentário indicado não comparecerá à premiação

Visto não sairá a tempo para a cerimônia

15/02/2018 16h33

Por Iara Vasconcelos

De acordo com o Hollywood Reporter, uma parte do equipe do documentário Últimos Homens Em Aleppo, indicado ao Oscar 2018, pode não comparecer à premiação em Los Angeles.

A publicação afirma que o governo sírio marcou a entrevista para emissão do visto do produtor executivo Kareem Abeed e do fundador do grupo Capacetes Brancos, Mahmoud Al-Hattar, para 2 de março, um dia antes da cerimônia, impossibilitando a retirada do documento à tempo.

Outro empecilho seria uma medida imposta pelo presidente Donald Trump que nega novos pedidos de visto para cidadãos sírios, como bem apontou o diretor da produção, Feras Fayyad:

"Kareem não pode vir aos EUA por conta das restrições de Trump. Se não for por um milagre, ele não estará comigo hoje no Oscar. Nós só queremos compartilhar a nossa arte com o mundo. É muito triste que isso não seja possível", afirmou.

Últimos Homens Em Aleppo mostra o cotidiano da organização Capacetes Brancos, formada por voluntários que prestam auxílio médico aos feridos da guerra.

O Oscar 2018 acontecerá em 4 de março e terá apresentação de Jimmy Fallon.

+ Confira os indicados ao Oscar

Deixe seu comentário
comments powered by Disqus